BIBLIA ORTODOXA

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Reencarnação - o Debate

A imprensa brasileira celebrou o lançamento do filme onde se comemora os 100 anos do nascimento do médium espirita Chico Xavier. Francisco Cândido Xavier, nasceu em Pedro Leopoldo, região metropolitana de Belo Horizonte, era filho de Maria João de Deus e João Cândido Xavier. Chico Xavier como mais tarde veio a ser conhecido, foi educado na fé católica. Chico teve seu primeiro contato com a doutrina espírita em 1927, após fenómeno espiritual verificado com uma de suas irmãs. Desde então, passou a estudar e a desenvolver a sua mediunidade que, como relata em nota no livro Parnaso de Além-Túmulo, somente ganhou maior clareza em finais de 1931. O seu nome de batismo Franciso de Paula Cândido foi dado em homenagem ao santo do dia do seu nascimento, tendo sido substituido mais tarde pelo nome paterno de Francisco Cândido Xavier. Ao romper com o catolicismo romano Chico escreveu os seus primeiros livros. Chico Xavier foi sem a menor sombra de dúvidas o mais conhecido dos espíritas brasileiros, tendo psicografado mais de 400 livros, incentivando o movimento espírita a revelar a sua adesão à doutrina sistematizada por Allan Kardec. Caro leitor, ainda que a imprensa exalte as obras de Chico Xavier, a Bíblia reformada fundamentalista ensina-nos que a fé desenvolvida pelo médium o levou para o inferno. Sim! Chico Xavier está no inferno. Por mais honesto e caridoso que ele tenha sido, ele está no inferno. Ele está sofrendo juntamente com todos aqueles que negaram a fé e ensinaram o falso evangelho. Ele está lá com todos que corromperam o evangelho da graça, ensinando um cristianismo de obras e carmártico. Ele está no inferno por ter ensinado e acreditado na doutrina da reencarnação, ele está no inferno por não ter recebido Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador, ele está no inferno por consultar os "mortos" e espíritos enganadores. Prezado amigo, Chico Xavier não foi a reencarnação de Allan Kardec. A reencarnação não existe, ela é uma doutrina falsa e demoníaca. Chico Xavier foi um pecador como todos os homens e como tal indesculpável diante de Deus. Chico Xavier está no inferno, por não ter tido os seus pecados perdoados pelo Unigénito de D-us. Pense nisto! 
Pastor conservador Renato Vargens



Mas será mesmo assim? Que disse Jesus o Nazoreu, que até inspirou a Igreja inclusiva Católica Liberal, uma Comunidade Cristã, que é uma parte histórica completamente independente e autónoma da Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica? E o cristianismo redivivo do José Pinheiro de Souza?
A católica progressista (ICL) reconhece a existência de uma Sabedoria Divina, a Teosofia, presente não somente na filosofia e cultos cristãos mas em toda e verdadeira religião. Divisa a imortalidade da alma e o seu contínuo progresso sobre a Terra por meio de sucessivas encarnações, regidas por uma lei de justiça que equilibra todas as coisas, as quais possibilitam ao homem alcançar à plena medida da estatura do Cristo, como nos ensinam as Escrituras Sacras.
A ICL garante plena liberdade de interpretação dos textos sagrados aos seus membros e clérigos, pois entende que somente uma mente livre pode colher o que melhor lhe aprouve em meio a sabedoria das idades. Não impõe dogmas nem indica soberania ou autoridade do clero sobre os leigos que integram à Igreja.



DLP_Gamma 

DLP_Gamma

@DLP_Gamma Los Angeles, CA, USA
We are Delta Lambda Phi, National Social Fraternity for Gay, Bi, and Progressive Men, Gamma Chapter at the University of California at Los Angeles.










Já o blogue do Professor Pinheiro defende o Jesus histórico contra o paulinismo, a reencarnação, o Amor criador. 

Muitos estudiosos atuais defendem o ponto de vista segundo o qual Jesus nunca existiu, historicamente, mas é apenas um mito. No dizer do escritor Tom Harpur, “a história de Jesus nos Evangelhos – para não mencionar cerca de 95 por cento do restante da Bíblia – é um mito ou uma coleção de mitos” (HARPUR, Tom. O Cristo dos Pagãos. São Paulo: Pensamento, 2008, p. 30).

        Este mesmo autor afirma que “os Evangelhos não contêm a história de um homem real, mas o mito do Deus-Homem, Jesus vestido em roupagem histórica” (HARPUR, ibid., p. 34).

No livro “Três Maneiras de Ver Jesus”, aponta claramente 10 fortes argumentos a favor da existência do Jesus histórico:

       "1) Em primeiro lugar, como simpatizante do espiritismo kardecista, não posso negar a existência do Jesus histórico, pois a Doutrina Espírita, no seu aspecto religioso, é toda fundamentada no Jesus histórico, ou no Jesus mítico simbolicamente interpretado, mas não no Jesus mítico literalmente interpretado.

       2) Em segundo lugar, embora a data histórica do nascimento de Jesus seja incerta, ela dividiu a história da humanidade em a.C. e d.C. Caso não existissem fundamentos históricos para a vida de Jesus, tal divisão jamais seria possível.

       3) Em terceiro lugar, historiadores não cristãos, como Josefo, Plínio, Tácito e Suetônio, fizeram referências à existência de Jesus nas obras que escreveram. Mesmo com as inserções cristãs posteriores dentro do texto de Flávio Josefo (na sua obra “Antiguidades Judaicas”), John Dominic Crossan, o Papa do Jesus histórico, assegura que os acréscimos e inserções de Josefo não deveriam diminuir a importância do seu comentário sobre Jesus (cf. CROSSAN, 1995b, p. 171-172). “Também se pode considerar um relato autêntico a carta enviada a Tibério, pelo senador Públio Lentulo, quando presidente da Judeia, narrando a existência de ‘um homem de grandes virtudes chamado Jesus, pelo povo inculcado de profeta da verdade e pelos seus discípulos de filho de D-us.’ ” (RAMATÍS, 2006, p. 26).
       4) Em quarto lugar, o nascimento de Jesus, a sua vida pública na Galileia e a sua condenação e execução por Pôncio Pilatos, não são mitos, mas fatos históricos.
       5) Em quinto lugar, o endeusamento do Jesus histórico, pelo imperador Constantino, no ano 325 d.C., no Primeiro Concílio de Niceia, comprova a existência do Jesus histórico, o qual não era visto, até então, por muitos cristãos, como uma divindade. Os cristãos arianistas não viam Jesus como D-us. Daí, a convocação do referido concílio para dogmatizar a divindade de Jesus.
       6) Em sexto lugar, a descrença de muitos cristãos na divindade de Jesus, como ocorria com os cristãos arianistas, comprova que Jesus era visto literalmente por muitos cristãos dos primeiros três séculos, não como um personagem mítico (divino), mas como um personagem histórico, totalmente humano.
       7) Em sétimo lugar, a mitificação de personagens históricos importantes da história era um fenómeno muito comum na antiguidade, o que explica o fato de o Jesus histórico ter sido mitificado, isto é, transformado num personagem mitológico, divino, como foram muitos outros personagens importantes da história, como Buda, Krishna, Confúcio, Lao Tsé etc.
       8) Em oitavo lugar, o reconhecimento do Jesus histórico, em contraposição ao Jesus mítico (mais conhecido como o “Cristo da fé”), vem sendo feito, há mais de 200 anos, desde o final do século 18, com o pastor e protestante liberal alemão Hermann Samuel Reimarus (1694-1768), professor de línguas orientais em Hamburgo, Alemanha.
       9) Em nono lugar, o reconhecimento do Jesus histórico, emcontraposição ao Jesus mítico (mais conhecido como o “Cristo da fé”) vem também sendo feito, há 26 anos, pelo chamado The Jesus Seminar (‘O Seminário de Jesus’), instituição americana de pesquisadores sérios, altamente qualificados, com o objetivo principal de distinguir, nos Evangelhos, o Jesus histórico do Jesus mítico.
       10) Em décimo (e último) lugar, os 26 livros do escritor e ex-padre católico John Dominic Crossan, idealizador e cofundador do Seminário de Jesus, todos têm o objetivo principal de comprovar a existência do Jesus histórico, em contraposição ao Cristo da fé. Recomendo a leitura das obras de Crossan a todos os leitores que ainda duvidam da existência do Jesus histórico.
       Com base em toda esta argumentação e nas demais evidências que são apresentadas no Capítulo 2 do meu livro “Três Maneiras de Ver Jesus”, não há como não acreditar na existência do Jesus histórico, um personagem pluralista, em contraposição ao Jesus mítico, literalmente interpretado como um personagem altamente exclusivista, o único D-us encarnado, o único Filho de D-us, o único salvador da humanidade, o único nascido miraculosamente de um parto virginal, um personagem totalmente mítico, lendário.
Em suma, para concluir, defendo a tese de que o “Jesus histórico” é um personagem real, somente homem, um profeta, um sábio, que nos ensinou a amar o próximo, mas que foi, contudo, mitificado, isto é, transformado, ao longo da história, no “Cristo da fé”, que é um mito pagão e solar historicizado, ou seja, um mito que é literalmente interpretado, pela maioria dos cristãos, como história real e exclusiva do cristianismo, o que não é verdade, mas mentira sobre Jesus".


Mas Jesus além de amoroso e gregário era reencarnacionista? Que disse ele dos p'rushim (fariseus)? 

A reencarnação não é uma doutrina originalmente judaica. De fato, tal doutrina foi ferrenhamente combatida por diversos rabinos ao longo dos séculos. A Enciclopédia Judaica assim comenta a origem dentro do Judaísmo: 

"Esta doutrina era estranha ao Judaísmo até cerca do século 8, quando, pela influência dos místicos maometanos, foi adotada pelos caraítas e por outros dissidentes judeus. Ela é pela primeira vez mencionada na literatura judaica por Saadia, que protestava contra essa crença, que em seu tempo era compartilhada pelos Yudghanitas ou por quem quer que ele desdenhosamente chamasse de 'supostos judeus'... (ele) dizia que nem sequer consideraria útil demonstrar a tolice e baixa mentalidade dos que criam na metempsicose, caso ele não temesse que eles exercessem uma influência perniciosa sobre outros ('Emunot ve'De'ot 6)." 

Por muitos séculos, havia pouquíssimos adeptos desta crença dentro do Judaísmo. Nem mesmo dentro do movimento caraíta, que posteriormente rejeitaria o misticismo de seu fundador Anan Ben David. Todavia, os temores de Saadia Gaon vieram a se confirmar muitos séculos depois, com o alastramento da Cabalá. Sobre isso, a Enciclopédia Judaica narra: 

"A doutrina contava com tão poucos adeptos dentre os judeus que, com a exceção de Abraham ibn Daud ('Emuná Ramá' 1:7) nenhum filósofo judeu até Hasdai Crescas [século 14 DC] achou necessário refutá-la. Somente com o alastramento da Cabalá [esta crença] começou a arraigar-se no Judaísmo, e então ganhou adeptos mesmo entre homens que tinham pouca inclinação ao misticismo... Os cabalistas ansiosamente adotaram a doutrina em razão do vasto campo que ela oferecia à especulação mística." 

A Enciclopédia Judaica diz ainda que seus críticos a consideravam "uma superstição pagã, que se opunha ao espírito do Judaísmo." 

Não é à toa que nenhum documento judaico anterior à idade média mencione o conceito reencarnacionista. Nem o Tanach (Bíblia Hebraica) nem tampouco o Talmud falam sobre tal coisa. Todas as menções dos cabalistas a textos do Tanach ou do Talmud em suposta associação à doutrina reencarnacionista são altamente interpretativos e especulatórios. 

Com a influência mística das escolas gnósticas, a Cabalá aos poucos foi ganhando terreno dentro do Judaísmo, apesar dos protestos de sábios como Rambam (Maimónides), que desejavam manter a pureza dos preceitos judaicos. 

Na idade média, surgiu literatura que respaldasse a crença reencarnacionista. A principal sistematização da reencarnação com roupagem judaica está na descrição do Zohar sobre o que é chamado de "guilgul neshamot" (transmigração das almas). 

Segundo o Zohar, as almas são criadas e destinadas a um determinado local. Ao regressarem de sua estadia na terra, caso estejam impregnadas de pecado, devem regressar ao mundo para evitarem o Guehinom (inferno). As almas, através, de boas obras, são purificadas de seus pecados pregressos. Segundo os cabalistas, as almas costumam migrar para até três corpos antes de atingirem seu destino final. 

A influência do Zohar nas crenças cabalistas, e fundamentalmente na transformação da reencarnação em crença básica do Judaísmo, não pode ser desprezada. Em sua obra "Nishmat Chayim", o rabino Manasseh ben Israel (século 17 DC) demonstra como sua base está nas obras cabalistas, e não nas Escrituras antigas. Vale ressaltar, contudo, que o Zohar e outras obras, para os cabalistas têm importância de escritura.: 

"Temos portanto a obrigação de obedecer e aceitar este dogma com aclamação... pois a verdade dele tem sido incontestavelmente demonstrada pelo Zohar, e por todos os livros dos cabalistas." 

III - A Falsa premissa sobre Josefo 

Aqueles que procuram afirmar que a reencarnação tem origem antiga dentro do Judaísmo apontam para uma afirmação do historiador Flavio Josefo de que os p'rushim (fariseus) criam na reencarnação. Mas, será verdade? E, se for, por que a crença foi rejeitada tão veementemente no Judaísmo até a idade média? 

Analisemos as palavras de Josefo: 

"Eles [os fariseus] também crêem que as almas têm um poder imortal nelas, e que sob a terra haverá recompensas e punições, dependendo de se viveram virtuosamente ou viciosamente nesta vida. Os últimos serão detidos numa prisão eterna, mas os primeiros terão o poder de ressuscitarem e viverem novamente." (Antiguidades 18:1:3) 

Aqui, fica muito claro que a ideia de Josefo de que as almas dos justos viverão novamente se refere à ressurreição dos mortos, e não à reencarnação. Isto fica particularmente evidente porque Josefo está comparando as três principais seitas judaicas da época, e afirma categoricamente que: 

"Mas a doutrina dos saduceus é esta: que a alma morre com os corpos."

(Antiguidades 18:1:4) 

Os tsedukim (saduceus) não criam que haveria uma ressurreição, ao contrário dos p'rushim (fariseus) e assa'im (essênios). Em outras palavras: A questão nada tem a ver com o reencarnacionismo. Na época de Yeshua, esta doutrina inexistia nos meios judaicos. (Fonte)


Mas temos algum contraditório ao supra aludido? 

Fonte 2 Entre os hebreus, a ideia das vidas anteriores era geralmente admitida. "Elias, diz o apóstolo Jacob (Tiago), não era diferente do que somos; não teve um decreto de predestinação diferente do que possuímos; apenas, a sua alma, quando D-us a enviou à Terra, tinha chegado a um grau muito eminente de perfeição, que lhe atraiu, na sua nova vida, graças mais eficazes e mais elevadas".

A crença nos renascimentos da alma encontra-se indicada de maneira velada na Bíblia (Isaías, cap. XXIV, v 19, e Job, cap. XIV,vv 10 e 14), porém muito mais explicitamente nos Evangelhos cristãos, como é fácil verificar das passagens que se seguem. Com efeito, os judeus acreditavam que a volta de Elias à Terra devia preceder a do Messias. É esta a razão por que, nos Evangelhos, quando os seus discípulos perguntaram a Jesus se Elias voltara, ele lhes respondeu afirmativamente:

"Elias já veio e não o reconheceram, antes fizeram-lhe tudo quanto quiseram". E os discípulos compreenderam, diz o Evangelista, que era de João que ele falava. Outra vez, tendo encontrado no seu caminho um cego de nascença, que mendigava, os seus discípulos lhe perguntaram: se foram os pecados que ele cometera ou os dos seus pais a causa da cegueira; acreditavam, por consequência, que ele podia ter pecado antes de haver nascido.

Jesus não estranha semelhantes pergunta, e sem os desenganar, como parece que o faria se estivessem em erro, contentou-se em responder-lhes: -"Não foi este homem quem pecou nem os seus pais, mas é para que as obras de D-us se manifestem nele". (João, 9:2). No Evangelho de São João, um senador judeu, o fariseu Nicodemos, pede a Jesus explicações sobre o dogma da vida futura. Jesus responde: -"Em verdade, em verdade vos digo, ninguém verá o reino de Deus, sem nascer de novo".

Nicodemos, perturbado por esta resposta, porque a tomou no seu sentido material, indagou: "Como pode um homem nascer sendo velho?" Pode, porventura, entrar no seio da sua mãe e nascer segunda vez? Jesus respondeu: "Em verdade, em verdade vos digo, que se ninguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de D-us; não vos maravilheis de vos dizer que é necessário nascer de novo; o espírito sopra onde quer e ouvis a sua voz, mas não sabeis de onde vem nem para onde vai. -Como pode ser isto? Jesus respondeu: -Como? Sois mestres em Israel e ignorais estas coisas?".

Esta última observação do Cristo mostra bem que ele se surpreendeu não conhecesse um mestre em Israel a reencarnação, porque era ela ensinada como doutrina secreta aos intelectuais da época. Uma das provas que se pode apresentar é a de que existiam ensinos ocultos ao comum dos homens, e que foram compilados nas diferentes obras que constituem a "Cabala".

No ensino secreto, reservado aos iniciados, proclamava-se a imortalidade da alma, as vidas sucessivas e a pluralidade dos mundos habitados. Encontram-se estas doutrinas no "Zohar", redigido por Simão bem Yochai, provavelmente no ano de 121 de nossa era, mas conhecido na Europa somente em fins do século terceiro. 






A reencarnação prova que D-us é justo. Se existisse apenas uma vida, então Deus estaria impondo a alguns, desde o nascimento, sofrimentos terríveis, sem que os mesmos tivessem merecido. Deus estaria, assim, sendo injusto.
         A teoria da “unicidade da existência” no plano físico não explica as desigualdades humanas.
        A ideia da unicidade da existência na Terra, ou seja, de uma só existência aqui neste planeta (como defendem os cristãos tradicionais), deixaria sem explicação a enorme diversidade intelectual, moral e social entre os seres humanos: por que as pessoas manifestam diferentes graus de inteligência? Por que umas nascem em berço esplêndido, enquanto outras morrem de fome ainda na infância ou até mesmo no ventre da mãe? Por que umas nascem perfeitamente saudáveis e fisicamente perfeitas, enquanto outras já nascem doentes e defeituosas? Por que muitas pessoas são moralmente boas e humildes desde a infância, enquanto outras já nascem depravadas e arrogantes? É um absurdo dizer que tudo isso acontece por vontade de Deus. Como explicar todas estas chocantes desigualdades entre as pessoas, sem admitir a reencarnação como meio de resgate de débitos contraídos em vidas passadas e como instrumento de evolução espiritual do ser humano? Todas estas anomalias só encontram uma explicação lógica na doutrina da reencarnação.

        A teoria da unicidade da existência humana no plano físico é também incompatível com o conceito de evolução. O objetivo principal da existência humana no plano físico é evoluir moral e intelectualmente. Mas, como pode uma pessoa atingir sua evolução intelectual e moral numa única existência nessa dimensão da vida? Por conseguinte, a doutrina da unicidade da existência humana não consegue dar uma explicação satisfatória ao conceito de evolução. Evolução, sobretudo em sua dimensão moral, é um processo muito lento e, por isso, exige muitas (re)encarnações. A essa altura, alguém poderia perguntar por que o ser humano deste planeta evoluiu até agora muito mais intelectual do que moralmente, e eu lhe responderia, prontamente, que o ser humano deste planeta evoluiu até agora muito mais intelectual do que moralmente, porque ainda não aprendeu a vivenciar o amor.
        Atualmente, são comuns as experiências de laboratórios que realizam as chamadas TVPs (Terapias de Vidas Passadas), que não deixam de ser fortes evidências científicas a favor da reencarnação. Todos sabemos que estão se tornando cada vez mais comuns atualmente as experiências de laboratórios que realizam as chamadas TVPs (Terapias de Vidas Passadas), em que o indivíduo, relativamente lúcido, recua nos depósitos de suas memórias e reencontra os clichês de suas vidas pretéritas, nas quais estão as causas de suas anomalias mentais e físicas atuais. As TVPs, além de serem instrumentos de cura, são também indubitavelmente fortes provas científicas a favor da reencarnação. As TVPs são hoje muito usadas como instrumento de cura nas psicoterapias da Psicologia Transpessoal.
        Quero reafirmar, com Allan Kardec (cf. KARDEC, a Gênese, cap. 11, n. 33), que, sem a reencarnação, não se explicaria o progresso incontestável pelo qual vem passando a humanidade desde os tempos primitivos até os dias atuais. Se não existisse a reencarnação, ou seja, se houvesse uma só existência na Terra, seríamos todos seres humanos primitivos. Sem dúvida alguma, este é um dos mais convincentes argumentos a favor da reencarnação.


Respondo agora a 15 objeções à reencarnação:

Objeção nº 1– Como é possível que “no fim dos tempos estejam reunidos Gabriel e Satanás, Paulo e Caifás, as virgens com as prostitutas...?” (ANDRADE, 1995, p. 206)




Reposta: – Sem dúvida alguma, todos chegarão um dia ao estado de angelitude, pois “D-us quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade” (1Timóteo 2, 4) e, “se ele quer, assim há de cumprir-se” (ANDRADE, ibid.).


Objeção nº 2: – Mas se é verdade que todos devemos chegar um dia ao estado de angelitude, não há necessidade de nos privarmos dos prazeres da vida.
Reposta: – É verdade. Deus concede o livre-arbítrio para que o homem escolha, livremente, tudo o que desejar fazer ao longo de suas inúmeras (re)encarnações. O plantio é livre, mas a colheita é obrigatória. Logo, quem planta o bem colhe o bem, mas quem planta o mal será obrigado a colher o mal.

Objeção nº 3: – Que adianta reencarnar para sofrer, se não podemos lembrar a causa de nossos sofrimentos?
Reposta: – É melhor esquecer a causa de nossos sofrimentos, pois a lembrança de nossos delitos cometidos em vidas passadas nos faria sofrer muito mais.

Objeção nº 4: – Por que reencarnar neste plano físico, para expiar as faltas cometidas, quando elas poderiam ser expiadas nos planos superiores?
Reposta: – Não podemos permanecer e aprender nos reinos superiores enquanto não tivermos dominado as lições da escola primária.

Objeção nº 5: – Como pode haver reencarnação, se Paulo afirma na Carta aos Hebreus (9,27) que “os homens devem morrer uma só vez”?
Reposta: – Este famoso versículo da Carta aos Hebreus, atribuída ao apóstolo Paulo (na verdade sabemos que ela não é de autoria de Paulo)  tem sido freqüentemente usado por católicos e protestantes como suposto argumento forte contra a reencarnação. De fato, se tomado ao pé da letra, e sem uma análise mais profunda, o versículo parece colocar um ponto final na discussão sobre a reencarnação. Entretanto, quando o autor da Carta aos Hebreus afirma que “os homens devem morrer uma só vez”, ele certamente não se refere ao espírito (ou alma), mas à parte material do homem, seu corpo físico, o único que, de fato, “só morre uma vez”, pois o espírito (ou alma) é imortal. Por conseguinte, o presente versículo em nada se relaciona com a negação da reencarnação (o retorno da alma ou espírito em novo corpo físico).

Objeção nº 6: – Os cristãos anti-reencarnacionistas e outros adversários da reencarnação também alegam que, durante a crucificação Jesus assegurou ao ladrão arrependido que ele estaria no Paraíso com Jesus naquele mesmo dia: “Em verdade, eu te digo, hoje estarás comigo no Paraíso” (Lucas 23,43),
coisa que pela suposta lei da reencarnação não aconteceria, dada sua condição de salteador, tendo de padecer muito e passar por sucessivas encarnações para redimir-se dos erros, até que finalmente pudesse entrar no paraíso (RINALDI & ROMEIRO, 1999, p. 163).
Reposta: – Este versículo evangélico é de autenticidade duvidosa. Além disso, conforme atestam vários estudiosos, ele foi mal traduzido e mal interpretado, podendo ter várias leituras, dentre as quais as que dizem: 1) “Em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso”; 2) “Em verdade te digo hoje: estarás comigo no Paraíso”; 3) “Em verdade te digo hoje que estarás comigo no Paraíso” etc. Como no original não havia vírgulas, o versículo se presta a diferentes e duvidosas interpretações. Além do mais, essa é a única vez em que o termo “paraíso” aparece nos evangelhos como sendo palavra dita por Jesus (cf. FUNK, HOOVER & THE JESUS SEMINAR, p. 397). Por conseguinte, não podemos nos apoiar em um único versículo evangélico e de duvidosa autenticidade (que se presta a diferentes leituras) para negar a reencarnação.

Objeção nº 7: – Os cristãos tradicionais alegam que a Bíblia não fala de “reencarnação”, mas de “ressurreição”.
Reposta– A “reencarnação” fazia parte das crenças judaicas sob o nome de “ressurreição”. Jesus, em Mateus (17, 10-13), afirmou que João Batista era o profeta Elias reencarnado. E em João (3, 1-10), ele disse que, para entrar no Reino de Deus, é preciso “nascer de novo”, isto é, “reencarnar”. A tradução “nascer do alto” – adotada pela Bíblia de Jerusalém – fica totalmente sem nexo em face da pergunta de Nicodemos (cf. João 3, 4): “Como pode um homem nascer, sendo já velho? Poderá entrar uma segunda vez no seio de sua mãe e (re)nascer?”

Objeção nº 8: – Os cristãos anti-reencarnacionistas costumam também fazer-nos a seguinte objeção: Como podia João Batista ser a reencarnação de Elias, se o próprio João Batista (cf. João 1,21) negou tal suposição?
Reposta: – João Batista não podia saber que era a reencarnação de Elias, porque, como já foi dito, o espírito reencarnado normalmente não se lembra de suas encarnações passadas.

Objeção nº 9: – Como João Batista poderia ser a reencarnação de Elias, se Elias jamais desencarnou, conforme o testemunho da mesma Bíblia (cf. 2Reis 2,11)?
Reposta: – Os judeus e os cristãos contestam a crença espírita reencarnacionista segundo a qual João Batista teria sido a reencarnação de Elias, porque eles acreditam no mito judaico infantil segundo o qual o profeta Elias não morreu, mas foi arrebatado ao céu em corpo e alma, num “carro de fogo”, quando ainda estava vivo (cf. 2Reis 2,11). Essa crença, repito,  não é verdade histórica, mas mítica.

Sugestão: 
http://www.aeradoespirito.net/Livros1/ReencarnacaonoConciliodeConstantinopla.pdf

Objeção nº 10: – Os cristãos anti-reencarnacionistas alegam que Jesus, na parábola do mau rico e o pobre Lázaro (Lucas 16, 19-31), contesta abertamente a possibilidade de arrependimento e perdão, passados os umbrais da eternidade. Na crítica do Frei Boaventura Kloppenburg, Jesus “ao menos nesta parábola, não era reencarnacionista, nem espírita, nem esoterista” (KLOPPENBURG, 1997, p. 104-105).
Reposta: – Conforme atestam apropriadamente os pesquisadores do Seminário de Jesus (cf. FUNK, HOOVER & THE JESUS SEMINAR, p. 361), essa parábola não é de autoria de Jesus, ou seja, eles negam que ela tenha sido relatada por Jesus, pelas seguintes razões:
1)  histórias de ricos e pobres cujos destinos se invertem após a morte são comuníssimas na literatura do Oriente Próximo;
2)  em nenhuma outra parábola autenticamente narrada por Jesus os personagens recebem nomes próprios e
3)  a atenção dada aos pobres é uma característica particular de Lucas.

Objeção nº 11: – Os cristãos anti-reencarnacionistas também alegam que Jesus, na parábola de misericórdia do Filho Pródigo (Lucas 15, 12-31), contesta abertamente a reencarnação, uma vez que o Pai dessa parábola, representando Deus, perdoa todos os pecados de seu filho pecador e o recebe em seu lar (que representa o céu) com festas, músicas e danças. Como conciliar essa misericórdia divina (que perdoa todos os pecados de alguém e o recebe em seu lar, no céu) com a doutrina da reencarnação?
Reposta: – Também essa parábola não é de autoria de Jesus, conforme atestam os pesquisadores do Seminário de Jesus (cf. FUNK, HOOVER & THE JESUS SEMINAR, p. 357). Eles explicam, em primeiro lugar, que essa parábola foi criada por Lucas para expressar os temas centrais de todo o seu evangelho: a misericórdia e o arrependimento; em segundo lugar, essa parábola segue o estilo alegórico predileto do movimento cristão primitivo: o Pai representa Deus, o filho mais jovem representa os pagãos, enquanto o filho mais velho representa os judeus ou os fariseus. Uma vez que esta parábola se presta muito bem para expressar essa interpretação alegórica e para ajustar-se aos objetivos temáticos e estruturais do Evangelho de Lucas, os pesquisadores do Seminário de Jesus sustentam que ela foi certamente criada pela Igreja primitiva e não por Jesus.

Objeção nº 12: – Os adversários da reencarnação costumam fazer-nos também a seguinte objeção: se existe a reencarnação, como explicar o fenômeno do crescente aumento populacional no planeta Terra? Não são as mesmas almas que retornam em novos corpos físicos?
Reposta: – É preciso saber que, como ensina a revelação espírita, a Terra não é o único planeta habitado. Existe uma pluralidade de mundos habitados, uns mais avançados e outros mais atrasados, e os seus habitantes praticam a solidariedade, de tal modo que haja intercâmbio reencarnatório (verdadeira imigração) entre os mundos habitados, ou seja, espíritos de um determinado mundo podem reencarnar-se em outros mundos, ora como missão para evolução daquele mundo, ora como prova para adquirir e praticar certos ensinamentos ainda não sedimentados, o que explica o fenômeno do crescente aumento populacional no planeta Terra.

Objeção nº 13 – Se existe a reencarnação, como entender as inúmeras passagens bíblicas sobre penas eternas?
Reposta: – A expressão “inferno eterno” é pura questão de linguagem figurada. A palavra “eterno” pode ter diversos sentidos, podendo significar não somente “aquilo que não tem fim”, como também “algo de duração imprecisa ou indefinida”.

Objeção nº 14: – No encontro com Nicodemos (João 3,1-10), Jesus, ao contrário da interpretação dos reencarnacionistas, não falou que devemos “nascer de novo” (isto é, que devemosreencarnar), para entrar no Reino de Deus, mas sim, que devemos “nascer do alto”, ou seja, que devemos “nascer da água e do Espírito” (João 3,5) – “alusão ao batismo e à sua absoluta necessidade” – (A Bíblia de Jerusalém, João 3,5, nota z).
Reposta: –  A expressão “nascer da água e do Espírito” significa “nascer de novo” (reencarnar), e não “nascer do alto” (João 3,5). O advérbio grego “anothen” não significa apenas “do alto”, mas também “de novo”.

Objeção nº 15: – Como aceitar a reencarnação, se essa crença rejeita o dogma cristão paulinista da “salvação” da humanidade pela morte expiatória de Cristo na cruz?

Reposta: – Para nós (reencarnacionistas), repito, a palavra-chave não é “salvação” (nem “redenção”), mas “evolução”. Esses dois termos são bem distintos: “salvação” é algo que vem de fora, enquanto “evolução” é algo que vem de dentro; “salvação” é libertação concedida pela fé em um “salvador” externo ao indivíduo; “evolução” é desenvolvimento de nossas potencialidades divinas, é nosso aperfeiçoamento espiritual, gradativo, realizado por nós mesmos ao longo de nossas múltiplas existências na matéria. Deus não nos criou “árvores”, mas “sementes” para que nós as façamos germinar e desenvolver frutos: amor, inteligência, honestidade, humildade, caridade, perdão, fraternidade, justiça etc. A “evolução”, ao contrário da “salvação”, depende de nosso trabalho individual e coletivo para chegarmos à perfeição. Só com muita luta e esforço, conseguiremos, gradativamente, nosso desenvolvimento espiritual, enquanto a “salvação” é de graça, dada de uma vez por todas. Basta “crer” para recebê-la ou basta arrepender-se dos “pecados” para ganhar o céu e livrar-se do inferno eterno.

Quero concluir minhas respostas às 15 objeções à reencarnação, reafirmando, com Allan Kardec (cf. A Gênese, cap. 11, n. 33), que, sem a reencarnação,  não se explicaria o progresso incontestável pelo qual vem passando a humanidade desde os tempos primitivos até os dias atuais.






A crença na reencarnação é radicalmente inconciliável com pelo menos dez dogmas ou mitos básicos do cristianismo tradicional (ver o livro Mitos Cristãos: desafios para o diálogo religioso, p. 175-180):
1)   o mito da unicidade da existência humana no plano físico;
2)   o mito da criação da alma no momento da concepção;
3)   o mito da ressurreição da carne;
4)   o mito do inferno eterno;
5)   o mito do pecado original;
6)   o mito do batismo;
7)   o mito do juízo final;
8)   o mito da redenção pelo sangue de Cristo derramado na cruz;
9)   o mito da confissão;
10) o mito do perdão dos pecados.
A Reencarnação e os Mitos da Unicidade da Existência Humana na Terra e da Criação da alma no Momento da Concepção
Os dogmas ou mitos básicos do cristianismo tradicional, particularmente o da unicidade da existência humana no plano físico e o da criação da alma no momento da concepção, não explicam as aparentes injustiças da vida: bondade e maldade, sucesso e insucesso, riqueza e pobreza, saúde e doença, visão e cegueira, ignorância e genialidade etc. Se as almas são criadas no momento da concepção e têm uma só existência no plano físico, conforme a crença mítica da maioria dos cristãos, como se explicariam essas aparentes injustiças por parte de Deus, ao criar uns com perfeita saúde e outros cegos, surdos, mudos ou aleijados desde o nascimento? Como afirmei na matéria publicada ontem neste blog, somente a reencarnação oferece uma explicação racional para essas aparentes injustiças por parte de Deus.
A Reencarnação e o Mito da Ressurreição da Carne
A doutrina da reencarnação é inconciliável com o mito (ou dogma) cristão da ressurreição da carne. Se em cada sete anos, como comprova a ciência, nosso corpo físico não é mais o mesmo, e se após a morte de nosso corpo físico, seus elementos se decompõem para formar novos corpos, como poderemos ressuscitar, no final dos tempos, por ocasião do suposto juízo final, com o mesmo corpo físico que tínhamos antes de morrer, cujas moléculas e átomos já estão formando inúmeros outros corpos?
A Reencarnação e o Mito do Inferno Eterno
O mito do inferno eterno, como apropriadamente argumenta o filósofo reencarnacionista italiano Pietro Ubaldi, não se sustém diante da doutrina reencarnacionista:
A teoria do inferno eterno, considerada sem paixão, com a finalidade não de concluir a favor de uma religião ou de outra, mas apenas de conhecer a verdade, não se sustém diante da teoria reencarnacionista, ainda que possa ser aplicada como um terrorismo psicológico, produto de tempos ferozes, necessário para gente feroz (UBALDI, 1986, p. 184-188).
A Reencarnação e o Mito do Pecado Original
Conforme elucidado em matéria anterior, o verdadeiro “pecado original”, como corretamente argumenta Allan Kardec, só tem uma explicação racional para quem acredita na reencarnação:
Com a preexistência, o homem traz, ao renascer, o gérmen das suas imperfeições, dos defeitos de que não se corrigiu e que se traduzem pelos instintos naturais e pelos pendores para tal ou tal vício. É esse o seu verdadeiro pecado original, cujas conseqüências naturalmente sofre, mas com a diferença capital de que sofre a pena das suas próprias faltas, e não das de outrem (KARDEC, A Gênese, cap. I, n. 38).
A Reencarnação e o Mito do Batismo
Conforme esclarecido, a crença segundo a qual o “batismo” é necessário para apagar o “pecado original” não é verdadeira, já que o “pecado original” não existe. O verdadeiro “pecado original”, como vimos na seção anterior, só tem uma explicação racional para quem acredita na reencarnação.
A Reencarnação e o Mito do Juízo Final
Conforme explicado em matéria anterior, a crença no juízo final só deixa de ser mítica, quando interpretada à luz da doutrina reencarnacionista (cf. KARDEC, A Gênese, cap. 17, n. 43-67), a qual nos ensina que a humanidade não terá um fim, mas umatransformação, na época de sua regeneração.
A Reencarnação e o Mito da Redenção (ou Salvação)
A reencarnação é também inconciliável com o mito cristão paulinista da “salvação” ou “redenção” da humanidade pela morte expiatória de Cristo na cruz.

Para todos os espiritualistas reencarnacionistas, “salvação” significa “libertação” e “evolução espiritual” do ser humano, através da prática do amor em múltiplas (re)encarnações neste e em outros planetas.
A Reencarnação e os Mitos da Confissão e do Perdão dos Pecados
Como foi explicado em matéria anterior, a passagem evangélica (João 20, 21-23) referente à instituição do sacramento da confissão é inautêntica, pois não são palavras do Jesus histórico, mas palavras apenas do Evangelista João.
 Em suma, para concluir, na visão espiritualista reencarnacionista (que adoto em meus livros ecumênicos), não há perdão gratuito de nossos “pecados” e, portanto, não é pelo sacramento da confissão que obtemos o perdão de nossas faltas e de nossos erros. Somente pela caridade, pelo amor, o homem consegue, através de múltiplas (re)encarnações, redimir-se de seus débitos e evoluir para mundos mais adiantados, onde passa a viver mais feliz e livre de reencarnações em mundos físicos atrasados como o Planeta Terra.


 Escrito por José Pinheiro de Souza 

Como reencarnacionista convicto, apresentarei, à luz da Doutrina Espírita, fortes argumentos a favor da reencarnação.
A Reencarnação e o Progresso da Humanidade
Sem a reencarnação, como argumenta convincentemente Allan Kardec (cf. KARDEC, A Gênese, cap. 11, n. 33), não se explicaria o progresso incontestável pelo qual vem passando a humanidade desde os tempos primitivos até os dias atuais. Sem essa doutrina, como se explicaria o fato de que os seres humanos deste século são muito mais evoluídos do que aqueles que nasceram nos tempos primitivos da humanidade? Se não existisse a reencarnação, ou seja, se houvesse uma só existência na Terra, seríamos todos seres humanos primitivos. Sem dúvida alguma, esse é um dos mais convincentes argumentos a favor da reencarnação.
Reencarnação, Justiça e Misericórdia Divinas
Somente a reencarnação é compatível com a justiça e a misericórdia divinas, porque Deus, sendo sumamente justo, não pode deixar impunes aqueles que livremente desrespeitam suas leis. Daí, a necessidade do resgate, da reparação. Deus, por outro lado, sendo infinitamente sábio e misericordioso, não iria criar um filho amado com a possibilidade de condená-lo a um castigo eterno. O dogma mítico do inferno eterno é, portanto, uma crença absurda.

Em outras palavras, sendo Deus, em nossa linguagem figurada (analógica/metafórica), “pai” (e “mãe”), é inconcebível que ele vivesse alegre e feliz no céu contemplando um filho seu eternamente infeliz no inferno. Logo, a crença literal no inferno eterno, convém repetir, é um mito absurdo, e não uma verdade absoluta.
A Reencarnação e a Ciência Contemporânea
Alguns autores argumentam que existe relação entre a doutrina reencarnacionista e a ciência contemporânea. Nesse sentido, vejamos o que afirma o filósofo Pietro Ubaldi, ao relacionar a reencarnação com a ciência, particularmente com a Psicanálise de Freud:
Freud, sem o querer dirigiu seus primeiros passos para levar a pesquisa psicológica positiva ao terreno da reencarnação. Fixando e aplicando o conceito do subconsciente, Freud afirmou e demonstrou a existência de uma atividade espiritual que se não pôde exaurir na vida atual, mesmo se ele não ultrapassou o limiar desta (UBALDI,1986, p. 188).
 Ubaldi mostra com muita lógica como a teoria psicanalítica de Freud desemboca nas vidas anteriores:
De qualquer modo, Freud inaugurou um sistema que, levado apenas um pouco mais para trás, leva-nos à vida precedente. Ora, é um fato que, se com a psicanálise, com a pesquisa para a explicação dos traumas psíquicos e depois pelo desmantelo das posições psicológicas erradas, andamos para trás até a meninice e o nascimento, podem ainda existir traumas e posições tão profundamente congênitas que, para conhecê-las e corrigi-las, precisaria remontar até suas raízes, que são tão profundas, que só podem ser chamadas na vida anterior ao nascimento. Trata-se de casos de que, nem mesmo a vida dos pais ou avós nos mostra conter as causas, e que se apresentam como fato pessoal do sujeito, cujas origens não podem, pois, achar-se senão em sua vida individual antes do nascimento, desde que não sejam achadas na atual (UBALDI, ibid., p. 214).
A Reencarnação e o Mito da Unicidade da Existência Humana na Terra
A crença mítica (porque totalmente irracional) na “unicidade da existência humana na Terra”, ou seja, de uma só existência do ser humano no plano físico da Terra, não explica as aparentes injustiças da vida: bondade e maldade, sucesso e insucesso, riqueza e pobreza, saúde e doença, visão e cegueira, ignorância e genialidade etc. Se as almas são criadas no momento da concepção e têm uma só existência no plano físico, conforme a crença dos cristãos dogmáticos, como se explicariam essas aparentes injustiças por parte de Deus, ao criar uns com perfeita saúde e outros cegos, surdos, mudos ou aleijados desde o nascimento? Somente a reencarnação oferece uma explicação racional para essas aparentes injustiças por parte de Deus.

A idéia da unicidade da existência na Terra deixaria sem explicação a enorme diversidade intelectual, moral e social entre os seres humanos: por que as pessoas manifestam diferentes graus de inteligência? Por que umas nascem em berço esplêndido, enquanto outras morrem de fome ainda na infância ou até mesmo no ventre da mãe? Por que umas nascem perfeitamente saudáveis e fisicamente perfeitas, enquanto outras já nascem doentes e defeituosas? Por que muitas pessoas são moralmente boas e humildes desde a infância, enquanto outras já nascem depravadas e arrogantes?

Como explicar todas essas chocantes desigualdades entre as pessoas, sem admitir a reencarnação, como meio de resgate de débitos contraídos em vidas passadas e como instrumento de evolução espiritual do ser humano?

O objetivo principal da existência humana no plano físico é evoluir integralmente nos aspectos moral e intelectual. Mas, como poderia uma pessoa atingir sua evolução intelectual e moral numa única existência nessa dimensão física da vida?

Por conseguinte, para concluir, o mito da unicidade da existênciahumana não consegue dar uma explicação satisfatória ao conceito de evolução. Evolução, sobretudo em sua dimensão moral, é um processo muito lento e, por isso, exige muitas (re)encarnações. A essa altura, alguém poderia perguntar por que o ser humano deste planeta evoluiu até agora muito mais intelectual do que moralmente, e eu lhe respondería, prontamente, que o ser humano deste planeta evoluiu até agora muito mais intelectual do que moralmente, porque ainda não aprendeu a vivenciar o amor.


 Escrito por José Pinheiro de Souza 


A partir da “revolução copernicana” em minha fé, tornei-me reencarnacionista, ou seja, passei a acreditar na reencarnação, e não mais no dogma mítico da ressurreição da carne ou dos mortos, segundo o qual todos nós retornaremos a viver com o mesmo corpo físico que tínhamos antes de morrer.

A “reencarnação” é a doutrina comum a muitas religiões e filosofias (antigas e modernas), que admite o renascimento da alma em um novo corpo físico. No dizer do escritor espírita L. Palhano Jr.,
trata-se da doutrina da pluralidade das existências corpóreas, do renascimento, das muitas vidas corpóreas sucessivas de que um Espírito necessita para aprender e aperfeiçoar-se, tanto na Terra como em outros planetas habitados do Universo (PALHANO, 1997, p. 315).
A “reencarnação” é um processo necessário de expiação e auto-redenção do ser humano, isto é, como instrumento cármico de resgate de débitos contraídos em vidas anteriores e meio de evolução moral e intelectual do ser humano. É uma crença antiquíssima, mas que, “em tempos recentes, encontra sempre mais adeptos também entre os cristãos” (WALDENFELS & KÖNIG, 1998, p. 460). Por essas e outras razões, tornei-me reencarnacionista.
REENCARNAÇÃO X METEMPSICOSE
Em algumas crenças antigas, “reencarnação” é o mesmo que “metempsicose”, não, porém, nas crenças modernas sobre a reencarnação. Como explica muito bem o escritor espírita L. Palhano Jr.,
metempsicose é a doutrina antiga da reencarnação que preconizava a transmigração da alma do homem para os animais e dos animais para o homem. Na doutrina moderna da reencarnação, os Espíritos rejeitam de maneira absoluta tal transmigração, porque ofende frontalmente a lei de evolução e do progresso, pois, uma vez que o Espírito avança em suas aquisições evolutivas, não mais retroage (PALHANO, 1997, p. 249).
A CRENÇA REENCARNACIONISTA NO JUDAÍSMO E NO CRISTIANISMO PRIMITIVO
A crença na reencarnação era comum entre os judeus antigos e entre os cristãos da Igreja primitiva. Embora a reencarnação não faça parte da literatura clássica judaica, ela é uma crença comum nos textos místicos judaicos da Cabala. No dizer de Brian L. Weiss, “a reencarnação e os planos intermediários são os princípios básicos da literatura cabalística, mas os judeus modernos não têm consciência disso” (WEISS, 1991, p. 140).

A crença na reencarnação era também bastante comum entre os judeus e os cristãos da época de Jesus, o que pode ser comprovado por várias passagens do Novo Testamento, como a seguinte:
Chegando Jesus ao território de Cesaréia de Filipe, perguntou aos discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” E eles disseram: “Uns afirmam que é João Batista, outros que é Elias, outros, ainda, que é Jeremias ou um dos profetas”. Então ele lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” (Mateus 16, 13-15)
Está mais do que claro que a resposta dos discípulos a essa pergunta demonstra a sua firme crença na reencarnação. Para uns, Jesus era a reencarnação de João Batista; para outros, a reencarnação de Elias; para outros, a reencarnação de Jeremias e para outros, ainda, a reencarnação de algum dos profetas.

Jesus mesmo, na interpretação espírita de algumas passagens evangélicas, como em Mateus (17, 10-13), afirmou que João Batista era o profeta Elias reencarnado. E em João (3, 1-10), ele disse que para entrar no Reino de Deus é preciso “nascer de novo”, isto é, “reencarnar”. A tradução “nascer do alto” – adotada pela Bíblia de Jerusalém – fica totalmente sem nexo em face da pergunta de Nicodemos (cf. João 3, 4): “Como pode um homem nascer, sendo já velho? Poderá entrar uma segunda vez no seio de sua mãe e (re)nascer?”

A interpretação cristã tradicional desses versículos joaninos tem obviamente o objetivo de negar que Jesus, os judeus e os cristãos de sua época eram reencarnacionistas, pois a crença na reencarnação é radicalmente inconciliável com os principais dogmas ou mitos do cristianismo institucional, particularmente com o dogma mítico da ressurreição da carne ou dos mortos (cf. meu livro Mitos Cristãos, cap. 8, p. 175-179).

A história das origens do cristianismo comprova indiscutivelmente, como afirma Sanderfur (1988, p. 38.), que a crença na reencarnação era bem difundida no judaísmo antigo e nos primórdios do pensamento cristão. É certo também que a seita judaica dos essênios era tipicamente reencarnacionista (cf. LEWIS, 1997, p. 51-66). Essas verdades, porém, não interessam aos cristãos de “fé-crença cega”. Nesse sentido, tem muita razão o padre e teólogo católico François Brune – defensor da comunicabilidade entre os “vivos” e os “mortos” – quando afirma em seu livro Os Mortos nos Falam , que “cada um não acredita senão no que quer acreditar. Os motivos da ciência ou da razão estão longe de ser os mais profundos e os mais decisivos” (BRUNE, 1994, p. 27).

A crença na preexistência das almas e na reencarnação era defendida no cristianismo primitivo por ilustres cristãos e famosos escritores, como Orígenes e seus discípulos, século III, radicados em Alexandria. As idéias reencarnacionistas de Orígenes e seus discípulos foram condenadas, primeiramente, num édito do imperador Justiniano (527-565) e, em seguida, no Sínodo de Constantinopla (543), convocado pelo patriarca Menas de Constantinopla, a pedido do imperador Justiniano (cf. CHAVES, 2006a, p. 232-233; 237-238).

Para concluir, reafirmo que me tornei reencarnacionista por não mais acreditar no dogma da ressurreição da carne ou dos mortos, segundo o qual todos retornaremos a viver com o mesmo corpo físico que tínhamos antes de morrer.


RELOGIO




http://magcalcauvin.wordpress.com/category/teologia-feminina/page/2/




Resposta do judaísmo:
Doctrines of the Pharisees.
The aim and object of the Law, according to Pharisaic principles, are the training of man to a full realization of his responsibility to God and to the consecration of life by the performance of its manifold duties: the one is called "'ol malkut shamayim" (the yoke of God's Kingship) and the other "'ol hamiẓwot" (the yoke of His commandments). Every morning and evening the Jew takes both upon himself when reciting the "Shema'" (Ber. ii. 2). "The Torah preaches: Take upon yourselves the yoke of God's Kingdom; let the fear of God be your judge and arbiter, and deal with one another according to the dictates of love" (Sifre, Deut. 323). So says Josephus: "For the Jewish lawgiver all virtues are parts of religion" ("Contra Ap." ii., §§ 17, 19; comp. Philo, "De Opificio Mundi," §§ 52, 55). Cain and the generation of the Flood sinned in that they denied that there are a Judgment and a Judge and a future of retribution (Targ. Yer. to Gen. iv. 8; Gen. R. xxvi.). The acceptance of God's Kingship implies acceptance of His commandments also, both such as are dictated by reason and the human conscience and such as are special decrees of God as Ruler (Sifra, Aḥare Mot, 13). It means a perfect heart that fears the very thought of sin (Sifra, Ḳedoshim, 2); the avoidance of sin from love of God (ib.11); the fulfilment of His commandments without expectation of reward ('Ab. Zarah 19a); the avoidance of any impure thought or any act that may lead to sin (ib.20b, with reference to Deut. xxiii. 10). The acceptance of God's Kingship implies also recognition of His just dealing with man, and a thankful attitude, even in misfortune (Sifre, Deut. 32, 53; Sifra, Shemini, 1; Mek., Yitro, 10; Ber. ix. 5, 60b). God's Kingship, first proclaimed by Abraham (Sifre, Deut. 313) and accepted by Israel (Mek., Yitro, Baḥodesh, 2-3), shall be universally recognized in the future.
The Future Life.
This is the Messianic hope of the Pharisees, voiced in all parts of the synagogal liturgy; but it meant also the cessation of the kingdom of the worldly powers identified with idolatry and injustice (Mek., 'Amalek). In fact, for the ancient Ḥasidim, God's Kingship excluded that of any other ("Ant." xviii. 1, § 6). The Pharisees, who yielded to the temporary powers and enjoined the people to pray for the government (Abot iii. 2), waited nevertheless for the Kingdom of God, consoling themselves in the meantime with the spiritual freedom granted by the study of the Law (Abot vi. 2). "He who takes upon himself the yoke of the Torah, the yoke of the worldly kingdom and of worldly care, will be removed from him" (Abot iii. 5). Josephus ("B. J." ii. 8, § 14; "Ant." xiii. 5, § 9; xviii. 1, § 3) carefully avoids mentioning the most essential doctrine of the Pharisees, the Messianic hope, which the Sadducees did not share with them; while for the Essenes time and conditions were predicted in their apocalyptic writings. Instead, Josephus merely says that "they ascribe everything to fate without depriving man of his freedom of action." This idea is expressed by Akiba: "Everything is foreseen [that is, predestined]; but at the same time freedom is given" (Abot iii. 15). Akiba, however, declares, "The world is judged by grace [not by blind fate nor by the Pauline law], and everything is determined by man's actions [not by blind acceptance of certain creeds]." Similar to Josephus' remark is the rabbinical saying, "All is decreed by God except fear of God" (Ber. 33b). "Man may act either virtuously or viciously, and his rewards or punishmentsin the future shall be accordingly" ("Ant." xviii. 1, § 3). This corresponds with the "two ways of the Jewish teaching" (Ab. R. N. xxv.;see Didache). But it was not the immortality of the soul which the Pharisees believed in, as Josephus puts it, but the resurrection of the body as expressed in the liturgy (see Resurrection), and this formed part of their Messianic hope (see Eschatology).
In contradistinction to the Sadducees, who were satisfied with the political life committed to their own power as the ruling dynasty, the Pharisees represented the views and hopes of the people. The same was the case with regard to the belief in angels and demons. As Ecclesiastes and Ecclesiasticus indicate, the upper classes adhered for a long time to the Biblical view concerning the soul and the hereafter, caring little for the Angelology and Demonology of the Pharisees. These used them, with the help of the Ma'aseh Bereshit and Ma'aseh Merkabah, not only to amplify the Biblical account, but to remove from the Bible anthropomorphisms and similarly obnoxious verbiage concerning the Deity by referring them to angelic and intermediary powers (for instance, Gen. i. 26), and thereby to gradually sublimate and spiritualize the conception of God.



Read more: 
http://www.jewishencyclopedia.com/view.jnVyg

http://www.catolicaliberal.com.br/in60

Read more:
  Cada um deve tirar suas próprias conclusões. Para o espíritas e para quem estuda o Evangelho à Luz da razão, a reencarnação (que fazia parte dos dogmas dos judeus sob o nome de ressurreição) é algo claro e transparente. Não há como interpretar de outra maneira, muitas passagens do Evangelho, como não há como interpretar de outro modo os casos das crianças que falam idiomas diferentes, que sabem, sem aprendizado, tocar instrumentos musicais; que demonstram conhecimentos em áreas da ciência; que contam histórias revelam fatos acontecidos com pessoas desencarnadas.







Twitter

Mensagens populares

Número total de visualizações de página

A minha Lista de blogues

Twitter

A minha Lista de blogues

OS MEUS GAMES

http://olamha-batheworldtocome.tumblr.com/tagged/blogue-pessoal Quem Sou Eu? Sou judeu sefardita e… Sou católico, apostólico, romano/ortodoxo e monárquico (como Salvador Dalí, https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Grande_Masturbador). Também, católico calvinista, florentino, renascentista, aristotélico-tomista e pessimista…. logo ateu/agnóstico/humanista. Acrescento, epicúrio e do Real Madrid e do Futebol Clube do Porto. Ecologista não fanático, vegetariano muitas vezes não praticante, flâneur infatigável, anarquista de direitas e de esquerdas (sinistras) e “frívolo”, mas não superficial.

Pesquisar neste blogue

A carregar...

A minha Lista de blogues

KSS As Favoritas

KSS: LINKS

  • literário calvinista inclusivo do arminiano MEDITAÇÕES SOBRE A VIDA PRIVADA E A MORTE Há 20 minutos
  • Magcalcauvin's Blog, Católico Reformado - Calvinista inclusivo A QUARESMA E O RISO Há 1 hora
  • This Black Sista's Page » Christmas Songs: “Merry Christmas, Baby,” Otis Redding, 1968 Saturday Night Music, March 19, 2011: Sting, “Sister Moon,” 1987 Há 3 horas
  • Últimas atividades em Uniao de Blogueiros Evangelicos Lu Rodrigues agora é amigo de Ana Paula Silva e wagner barros Há 4 horas
  • Urban Dictionary/Word of the Day pillow lust Há 8 horas
  • Actualité Musicale Adam et Eve... La seconde chance ! Há 19 horas
  • Eleitos de Deus Valorizando a Literatura Cristã Há 20 horas
  • Fim dos Tempos.Net-2012 Nsra: O propósito de Meu adversário é destruir a fé de todos, ele procura levar ruína e destruição a todos os lares que puder , Há 1 dia
  • adragononfire.com La parrilla de Telemadrid TV dedicará este sábado al Atlético de Madrid-Real Madrid más de diez horas (de 14:00 a 0O:00 LX). La programación especial comenzará a las 14:00 LX con Telenoticias 2 desde el Vicente Calderón Há 1 dia
  • Convite à Valsa Crucifixo nas escolas não viola direito à educação Há 1 dia
  • Convite à Valsa 2 ANTENA 3 TV E TELE MADRID | EU SOU UM DISSENTER Há 1 dia
  • MyHasbara's Blog » Frei Bento Domingues: O sofrimento dos cristãos e muçulmanos palestinianos Colonização judaica de uma área de 45000 Km2 no planalto de Benguela, Angola. Há 1 dia
  • A Tunisian Girl /بنيّة تونسية La Révolution Tunisienne S'invite au Salon du Livre de Paris Há 1 dia
  • iLeaks.com | Your Daily Music Fix. New Track: Britney Spears – Don’t Keep Me Waiting Há 1 dia
  • End of days » FIM DA ERA DE PEIXES OU DOS TEMPOS ESPECIAL JAPÃO Há 2 dias
  • JOb+ Eu quero um prof assim!!! Há 2 dias
  • Eliana Sá - Blog Misericórdia Gotas de Misericórdia Há 2 dias
  • Guardiã da Meia Noite Quick Bite Especial: Destaques da Editora iD Há 2 dias
  • La Catapulta El patético, inepto y anticatólico Carlos Berzosa Há 2 dias
  • GOOM Radio: Music News Rihanna is still mad at her father Há 3 dias
  • Jesus in Love Blog Rainbow cross lights the way for all Há 3 dias
  • Kehilah.Net Parashah – TZAV Há 4 dias
  • RHEMA DIZENTE - UM BLOG ANTINOMIANO E INCLUSIVO SAFISMO - PURA POESIAhttp://recantodasletras.uol.com.br/poesiaseroticas/1831199 Há 4 dias
  • PDS - PASTORAL DA DIVERSIDADE SEXUAL CAFÉ COM CINEMA Há 1 semana
  • oxysgenos news Maior sismo de sempre no Japão Há 1 semana
  • FERRaN BaRDOLET RIFà - Violoncel CONCIERTO BP Há 1 semana
  • gustavovidalmanzanares MALDICIONES JUDÍAS Y CRISTIANAS, EJEMPLO DE TOLERANCIA Há 1 semana
  • oxysgenos.com Kylie Minogue > All The Lovers (Video) Há 2 semanas
  • NOSSA ALMA O GUIA RAP ENTREVISTA O RAPPER "C.E.L.A" Há 2 semanas
  • Armando's Blog, Os Bailundos, O Evangelho, Angola kids playground 4 leisure and Education | ÌNDICE DESTE BLOGUE Há 2 semanas
  • NOTÍCIAS DE ISRAEL Há 3 semanas
  • TELECINCO - Página Jimdo de tocho1974 CINE--PELICULAS 1 actualizado Há 3 semanas
  • oxysgenos movies Singularity Há 4 semanas
  • Shalom Serra da Estrela em Israel Há 5 semanas
  • Entrepernas & Entrelinhas Furacão Há 2 meses
  • RicardoNetwork.com Britney Spears > Hold It Against Me Há 2 meses
  • A Rick Thing No Pants Day Há 2 meses
  • Ricardo Network Asia Tigarah > Girl Fight Há 2 meses
  • ..........................ABC ASL Animated Video Há 3 meses
  • Rumination Advent Há 3 meses
  • História, Doutrinas e Heresias das Religiões Por Que Aprender Sobre Outras Expressões de Fé? Há 3 meses
  • ANGLICANVM SCRIPTORIVM Há 6 meses
  • As Opiniões Desportivas de Miguel Sousa Tavares O FUTEBOL NÃO É ASSIM TÃO COMPLICADO (09 MARÇO 2010) Há um ano
  • Blogue de Martin Rivas Martín Rivas para Elle Há um ano
  • Os Mormons Acreditam Morôni Rolim Há 2 anos
  • VALORIZAÇÃO MORAL DE FILMES
  • Los 40 Principales Chile
  • Películas - CENSURA ECLESIAL
  • Los 40 - CHILE - Britney, 2011
  • KSS Hemeroteca

    KSS Etiquetas

    .ROD LAVER (1) "Spousal Mystery" (1) [Canal Livre] Jesus realmente existiu? (1) [TRU:]TV (4) #SpanishRevolution (5) 10 most dangerous toys this holiday season (1) 11-S (2) 15 Maio »» Manifestación 15m. Madrid (1) 2011 - Ano do Pentecostes (1) 2012 (1) 2012 AD (1) 2017 (1) 23 + LINKS (1) 25 de Abril (1) 31 de outubro (1) 5 TOOLS OF CHRISTIAN GROWTH (1) 80 Exits Radio (1) A BODA REAL INGLESA (1) A Cabana (1) A CIDADE DOS MORTOS (1) A Cruz e o Punhal - David Wilkerson on Scribd (1) A Cura Gay - Hélio Schwartsman (1) A DOR MÍSTICA (1) A Igreja Católica admite a predestinação? (1) A Lei do Talião (1) A Mosca (1) A NOITE ESCURA E MÍSTICA DA ALMA (1) A ORIGEM DO MAL (2) A PERVERSÃO DA SOCIEDADE (1) A Rabbi looks at Jesus of Nazareth (1) A Religião e o Exército (1) A Ressurreição não aconteceu num domingo (1) A RITUALIZAÇÃO DAS PASSAGENS DA VIDA: DESAFIOS PARA A PRÁTICA (2) A Última Ceia/Banquete (2) A VIDA EM UM DIA (1) A3 TV (1) Abolição da Monarquia (1) Aborto (3) Absoluta Depravação (9) Absurdos (2) Academia Yeshiva (1) ACAMPAMENTOS (2) Acidente de trânsito que envolveu 14 carros de luxo (1) Acidentes (1) Acordo Ortográfico (1) Adam (1) Adão (1) Adele – Turning Tables (Live) iTunes Festival 2011 (1) Adorar Jesus (1) Adventistas (1) AFETOS SINCEROS (1) After Life (1) Alauitas (1) Alemães (1) ALIENS (3) Alimentos (1) Alma (7) Alma judaica (1) Amar (1) Amor (5) Amor à primeira vista (1) AMOR AOS INIMIGOS (1) An introduction to 2012 from They Might Be Giants. (1) Anarquistas (7) And there is no life after death (1) ANDALUCIA TV (1) Anders Behring Breivik (1) ANGLO – CATOLICISMO (2) Animais (1) ANO NOVO (1) Anselmo Borges (6) ANTENA 3 E TELE MADRID (2) ANTENA 3 LIVE (1) ANTENA 3 TV (3) AntiCristo (2) ANTICRISTOS (1) ANTINOMISMO (1) António dos Santos Queirós (1) Antropologia (1) Anuradha Koirala (1) Apaixonar-se pelo seu noivo judeu (Yeshua) (1) Aparições Marianas (1) APLAUSOS (1) APOCALIPSE (1) APOCALYPSE (2) Apologética (2) Ariel Álvarez Valdés (1) Arrebatamento (1) Arte (1) ARTE E UFOS (1) Artigos (1) As freiras e monges tibetanos (1) AS SANTAS DE ELEIÇÃO E A POLÉMICA MITIGADA (1) ASSEXUAIS (1) Assexualidade (1) ASSIS (1) Ateus (1) ATO DE FÉ. ATO DE CARIDADE (4) Aura Dione (1) AUSTIN MAHONE (1) Autismo (1) AUTORIDADE (1) Avé Maria (1) AVISO UTÓPICO AOS INTERNAUTAS (1) AVISO: Booty Shakin' in Pittsburg | Aviso do blogger aos inernautas (1) Bad English (1) BAPTISMO (2) Batismo (2) BATISMO PELO ESPÍRITO SANTO (1) Batistas Primitivos (1) BEASTIE BOYS 1998 AD RIP (1) Beatificação de João Paulo II (1) Beleza (1) Bem (1) BENTO DOMINGUES (3) Bento Domingues: A Bíblia sob investigação (1) Bento Domingues: Cidadania em tempo de crise (1) Bento XVI (1) Bento XVI 'versus' Joseph Ratzinger (1) BERLIN FESTIVAL (1) Best Seder in the USA (The Passover Song) (1) BETEL TV (1) Betty Millan (2) BÍBLIA (4) BÍBLIA CONTRA DARWIN: NUNCA FOMOS MACACOS (1) BIBLIOTECA DE TEOLOGIA E EXEGESE ECUMÉNICAS - LINKS (1) Bin Laden (2) Blogue de Frei Bento Domingues (1) BLOGUE SOBRE ANIMAIS E OUTROS BICHOS (1) Blogues da Casa (2) Breast Feeding (1) BRITNEY LOUNGE (8) Britney Spears To Play Free Show In Mexico City (1) Britney's Lounge (1) Budismo (1) Bullying (2) BUZZWORTHY (2) CAB (1) Cabalat Shabat (1) Caim e Abel (1) Caio Fábio (1) Calacús (2) Calvin's Commentaries on the Whole Bible (1) Calvinismo (3) CAMINHOS (1) CAMPOS DE FÉRIAS (1) CANAL + LIVE (1) Capela Ortodoxa Online (1) capitalismo (2) Carabanchel (1) Caridade (2) Carnaval (1) Carreira das Neves (1) Casamento (2) Casamento Ortodoxo (2) Casher (1) CATEQUESE (4) Catholics (1) CATÓL INTEGRISTAS (1) Católicos Ultra Integristas (4) CBN NEWS (1) CEBAPES E DAVID STERN (1) CEGOS (1) Celebração (1) Celibato (1) Censos (1) Censos 2011 AD (3) CENTENÁRIOS (1) Cérebro (2) Chávez (1) Child Sex Abuse (1) Christian Side Hug (1) CHRISTIAN ZIONISM (1) Christimas 2011 Did You Know? (1) CHUECA (1) Ciência (1) Ciência Espírita (1) Ciétologia (1) CINA (2) Cinema (1) Cinzas (1) Circuncisão (1) Cláusula Filioque (1) Coca-Cola FM Radio (1) Coerência Cristã (1) COLUNISTA (1) COM QUEM ME DEVO CASAR (1) Comentários Calvinistas da Bíblia (1) Compaixão (1) Comportamento (1) COMUNA (1) Comunhão (1) Comunistas (1) Concílio Vaticano II (1) CONCILIUM E COMMUNIO (1) Condoms (1) Conferências (1) Constantino (2) Consultório sexual Para Crentes (1) Conversão (1) Copic (1) corpóreo da ciência (1) cremação (1) Crenças (1) Criacionismo (2) Crime (1) Crise (2) Crise económico-financeira (1) Crisma (1) Cristianismo Emergent (2) Cristianismo Emergente (2) Cristianismo Tradicional (3) Cristo (2) Cristo no Hades (1) CRISTO REI (1) Crucifixão (1) Cruz (1) CULÉS (2) Culto (1) Cultura (1) Cura (5) CURA E LIBERTAÇÃO (1) Curta Metragem (1) D-us Nos Bailundos (1) D'US E O MAL (1) D'US ELA ELE (1) Dalai Lama (1) Dalai Lama in Australia (1) das abordagens e dos resultados (2) David Wilkerson (1) DEFICIÊNCIA OPTIMISTA (1) degelo polar (1) DEIDADE (9) Democracia não se vinga (1) Demonstre o seu apoio a uma mulher como todas as outras (1) Depressão Pós-parto (1) Desenvolvimento Mediúnico (1) Desjejum de Oração da Páscoa (1) desporto (1) Deus autem unus est (1) DEUS ELE-ELA (1) DEUS O Criador Tweeter (1) Dez Mandamentos (1) Dia da Criação (1) Dia da Reforma: uma aproximação pentecostal (1) DIA DAS MÃES (1) DIA DO PAI (1) Dia dos Inocentes (1) Dia dos Namorados (1) DIA INTERNACIONAL DA JUVENTUDE (1) Diácono (1) DIANTE DO TRONO (1) Diaulas Ribeiro (1) direitos (2) Direitos Humanos (3) Disciplinar Crianças (1) divinity.es (1) DIVINIZAÇÃO (1) Divórcio (1) DÍZIMO (3) Do You Ever Think About Death? (1) Dom António Couto (1) Dominación vs Sumisión (1) Domingo (1) Dominical (1) DOR (2) Dormição (1) DUBSTEP (1) É permitido aos não judeus consultar os astros? (1) é uma alma (1) Easter (1) Economia (3) Ecumenismo (4) Educação (2) El monje Leonard Cohen (1) ELjudio sionista radical Dominique Strauss-Kahn Pdte de FMI fue arrestado por cargos de agresión sexual (1) Em que Consiste este blogue (1) Emergent Christianity (2) Emergent Church (1) Enciclopédia Judaica (1) Encontrada tumba com referência direta a Yeshua como D-us (1) Encontros (2) ENRIQUE IGLESIAS (1) Entre o ateísmo e a Crença (1) Entrevista a Eric Frattini: DEUS NÃO ESTÁ NO VATICANO (1) Erotismo (3) ERROS CONSTANTES DA BRIT HADASHAH NA VERSÃO GOYM (1) Escatologia (17) escatologia bíblica (3) Escola (1) ESCOLA SABATISTA/DOMINICAL (1) Eskup (4) Espírito Santo (1) Espritismo (1) ESTAR APAIXONADO (1) Esteta (1) Estudante da Faculdade de Direito do Largo S. Francisco zomba de mendigo e prostituta em cartaz de festa de formatura (1) ESTUDO SOBRE IDENTIDADES RELIGIOSAS (1) ETA (2) Ética (4) ETIQUETA E BOAS MANEIRAS (1) ETIQUETAS (1) EUA (1) EUCARISTIA (1) EUTANASIA (3) Evangelho de João (1) Evangelical Demonstrators Rally (1) Evolução (5) Exegese (1) Existência de Jesus como D'us (1) EXTRATERRESTRES (1) Eye OS (1) Ezequiel 28 (1) F (1) Facebook (2) Facundo Cabral en 10 canciones (1) Falemos das nossas origens e evolução (1) Falo (1) Família (2) Fariseus (1) FASHION 4 GIRLZ (1) Fátima (3) FÁTIMA NUNCA MAIS (1) faz justiça (1) (1) Fé nos Mortos (1) FEAR (2) FEBRE DE SÁBADO À NOITE (1) Feitiçaria (1) FELICIDADE (2) Feliz Aniversário (1) FÉRIAS (2) Festas (1) FESTAS JUDAICAS E CRISTÃS (1) Festival Aéreo (1) Fighting to make Israel into a military theocracy (1) Filantropia (1) Filhos adultos processam pais para serem sustentados (1) FILOSOFIA (1) Fim (2) Fim do Mundo (1) FLASHMOBS (2) FORMULA GOL NEWS (2) FORMULA GOL TV (1) Fotos (2) FOTOS DA REFORMA (1) four Reformed bodies to recognize each other's baptisms (1) Fraternizar (1) Freiras (1) FRIDAY PARTY (1) From Roman Catholic To Geirim in Orthodox Judaism (1) Fundamentalism (1) FUNDAMENTALISTAS (2) G-D ON THE ROAD (1) G-D'S ANNUAL FALL HOLY DAYS (1) G1 – Dicas de Português – Sérgio Nogueira (1) GAIS (1) GALICIA ES TRILINGÜE (1) Games (1) GAYS (1) Génese (1) Génesis (1) GLBT (15) GLBTI (9) GOD ON THE ROAD (2) GOD TUBE (1) GOL TV (1) Governo Sombra (1) Graça (1) GREEK ORTHODOX CHAPEL ONLINE E LITURGIAS REFORMADAS E CATÓLICA (1) Grupos (1) GTA Bracara Augusta (1) GTV (1) Guerra (1) Guilgul Neshamot (2) HA Satan (1) Hajj (1) HALA MADRID (1) Halloween (1) Hanukkah (2) HAROLD CAMPING (1) Hashem » He-Vau-He-Yod (1) Hélio Schwartsman - Conflito de egos (1) HEMEROTECA (7) HEMEROTECA 2 (1) Hemeroteca 3 (1) Hemeroteca 4 (1) Hermann Tertsch (1) HETEROSEXUAIS (1) Hijab (1) Hindus (1) Hits FM Madrid (1) Holy Days Calendar (1) Homossexual (2) Homossexualidade é doença? (1) Homossexualidade não é opção sexual (1) Horas (1) Hour of Power TV (1) How to Shake Hands (1) Humanitários (1) Humor (4) I am out of control and at times hard to handle. (1) I'm selfish (1) IBREVIARY (1) Ícones (1) Idosos (1) Ignorar a Lei (1) igreja católica (4) IGREJA DE DEUS (1) Igreja e Bíblia (1) IGREJA ORTODOXA DE PORTUGAL (1) Igreja Presbiteriana (2) Imaculada Conceição (2) Imagens que chocaram o Povo de Deus - Especial Britney no Brasil (1) impatient and a little insecure. I make mistakes (1) Imperialistas e humanitários (1) Incidentes (1) inclusive o amor e o respeito de terceiros (1) Inclusivo (1) Índice (1) Índice dos meus blogues (2) INFERNO (3) INRI CRISTO (2) Intimidade Teen em Diferentes Grupos étnicos (1) Intro e Salvação (1) Introdução (3) Introdução a este blogue (Cav by X) (1) IPB LIVE EVENTS (1) IPB TV (2) Islão (4) ISRAEL'S SECRET MESSIAH (1) Jared Leto (1) Jejum (1) Jennifer Knapp (1) Jesus (5) Jesus Cristo (2) Jesus Cristo existiu ou é um mito (zeitgeist)? William Lane e Rodrigo Silva respondem (1) Jesus Cristo resolveu o enigma do século (1) Jesus e o Seu sacrifício ou não sacrifício (2) Jesus nasceu em Belém ou em Nazaré? (1) Jesus realmente existiu? (1) JESUS SIM CRISTO NÃO (1) Jesus was just a man (1) JEW TV (1) Jewish Voice Ministries International (1) JIN (2) JMJ2011 (1) JOÃO PAULO II (3) Jogos (1) José Mourinho (1) José Rodrigues dos santos (1) JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA (1) Jovem escritora fica milionária (1) jóvenes antisociales (2) Jovens (1) Judaísmo (7) Judaismo - Moré Ventura revela o verdadeiro Moises | MAZAL (2) Judaísmo e Islão 101 - Inclui Sechita e Halal | A Partícula de Deus - Anselmo Borges | Aminata - Um caso de Mutilação Genital | O caso da Circuncisão na Alemanha (1) JUDAÍSMO E O ALCOOL (1) Judaísmo Humanista (1) Judaísmo Liberal (1) Judaísmo Tradicional Anti-Zionista (1) JUDAS (3) Julgamento de Jesus (2) JUSTIÇA (1) Justin Bieber (3) JUSTIN BIEBER LOUNGE (3) Justin Timberlake (1) Kaká (1) Kalumbonjambonja (the PDF Edition) - Os Bailundos (1) KCA 2011 (1) Kids (7) Klezmer (1) L'OSSERVATORE ROMANO (1) LA 10 (1) Lady gaga (1) Las mujeres más bellas muestran su lado solidario (1) LDS (1) LEFREVIANOS (1) Lei do Talião (1) Leis Xenófobas (1) Leonard Cohen - "Hallelujah" (1) Leonardo Boff (2) Letra kuf e correção da alma (1) Ley Sinde (1) LGBT (2) LGBTI (4) Liberalismo (2) Liberdade (1) Liga Europa (13) LILITH (2) Língua Portuguesa (1) Literatura Nova (1) Liturgia (1) LIVE (1) LIVE CHAT (1) LIVE SOCCER (1) LIVE TV AND SOCCER (3) LIVING ROOM (1) Livre de doença (1) LIVROS (1) logo (1) Los bebés tienen sentido de la justicia con 15 meses (1) Los profesionales más felices (1) Lúcifer (1) Luto (1) M.FACEBOOK (1) M.PUBLICO.PT (1) M.TSF.PT (1) Maçonaria (1) Mãe/Nai Nossa (1) Magreza (1) Mahdi (1) Mal (1) MANIFS TEENS (3) Manual de Segurança no Trabalho (1) MARCA TV (2) Marcos Andrade Abrão (1) Marcos XVI (1) Marte (1) MASSIACH (1) MASTURBAÇÃO (3) MATEUS 2:23 (1) MAZAL (20) MAZAL PASSOVER | ESCATOLOGIA (1) MAZAL | CINA | O QUE É UM MOSTEIRO | AMOR CONJUGAL (1) MAZAL | CINA | O QUE É UM MOSTEIRO | AMOR CONJUGAL | É permitido aos não judeus consultar os astros? | SIGNIFICADO DE MAZAL (1) Mc Donalds (1) MEDITAÇÃO DO REFORMADOR ALEMÃO MARTINHO LUTERO SOBRE O MAL (1) Megritude (1) Melki-Tsedek (1) MEMORIAL AO MEU AMOR SIRACUSA (1) Menú para Navidad clásico (1) Menú para o Natal (1) MERENGUES (6) Metempsicose (1) Mikvah. Menorah (1) Milagre do Perdão (1) Miley Cyrus (1) Ministério Hora Final (1) Ministrar (1) Mística Paulina (1) Miuda (1) Momento (1) MOMENTOS TEEN - BRITNEY (1) Mona Prince (1) Monoteísmo Original (1) Moré Yossef Felix (1) Mórmones (2) Mormonismo (1) Mórmons (1) Morte (5) Mou (1) Mulheres (1) Mulheres no Poder (1) Musica (3) Música (2) MÚSICA ESPECIAL (1) MÚSICA POPULAR PORTUGUESA (1) MY BUTTON COLLECTION (1) Nacionalismo (1) Nadal (1) Namorar (1) Não cobices D-us a Mulher do Próximo (1) não suje a sua imagem com atitudes duvidosas. (1) Natal (2) Neo-ortodoxia (1) Neurociência da Espiritualidade (1) Neutrinos (1) News (2) Niqabs (1) No es guarra (1) NOÉ NOAH (1) Nojo (1) NOTÍCIAS RELIGIOSAS (1) novidades de 2011. ano de 2011 (1) Números Bíblicos (1) NUTRIÇÃO (1) O AMOR - NA VISÃO DOS MEDIEVAIS (1) o Dinheiro e o Mundo (1) O FEMININO (1) O futuro do planeta (1) O homem não tem uma alma (1) O Judaísmo Nazareno crê que não existem duas noivas do Messias (1) O mal (2) O Maligno (2) O Método da Evangelização Puritana (1) O meu ego prefere (livre agência) ser uma metamorfose ambulante e inclusiva de ÉLDER (1) O MEU LIVRO DA VIDA (2) O MEU SIGNO (1) O MUNDO FEMININO ÀS AVESSAS (1) O PADRE DA LIXA (1) O pecado de copiar coisas da Internet (1) O que a Bíblia permite e a igreja proíbe (1) O que é ser uma pessoa inteligente? Ou não ser? (1) O SACERDÓCIO E A BOA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA (1) O SEXO DOS ANJOS (1) O TEMPO (1) O Último Segredo (1) Obama (1) Obama entrega alimentos por Acción de Gracias (1) OIEV (1) Online Jewish community (1) Opus Dei (1) Organograma (1) Ortodoxos (3) Os 4 Maiores (1) OS DEMÓNIOS E OS MABULIANOS (1) Os grandes Super Dragões (1) OS IRMÃOS EM BRAGA (1) OS MEUS ARTIGOS DISTANTES (1) Os meus livros (2) OS NOVOS DEZ MANDAMENTOS (1) OS POPULARES DA SEMANA II (1) Oswaldo Payá (1) oXysgenos Network (1) Padre Apeles (1) Padre da Lixa (3) Padre Javier Alonso (1) Padre José Tolentino Mendonça (1) PADRE LÉO (1) Padre Mário da Lixa (1) Padre Mário de Oliveira (4) Pai Nosso (1) Palavrões (1) PALESTINA y los PALESTINOS (1) Palestine and the Palestinians (1) PALESTRAS (1) Pamela (1) Papa (4) Papa Francisco I (2) Parkinson (1) Partículas subatômicas com massa viajando em velocidades superiores à da luz (1) Páscoa (3) Pastor (1) Pastor Adúltero (1) Pastor Vítor (1) Pátria (1) PAULO COELHO (2) Paulo no Tribunal Judaico (1) Pause For Thought (1) PDF (1) Pecado Original (3) Pecados Capitais (1) Pederastia (4) Pedobatismo (3) Pedofilia (3) Pedro Abrunhosa (1) Pedro J. Ramírez (1) Pedro Passos Coelho no Fórum TSF (1) Pedro Sukeyiro (1) Pena de Morte (1) PEÑA MADRIDISTA (2) Pentecostalismo (1) Pentecostes (2) People I follow (1) Pepsi AD (1) Perdão (1) Perdidos nas Tribos (1) Person of Interest (1) Pesach (1) Pessach (4) Pessach (Páscoa Judaica) (2) Pessoas que sigo (1) PICARETA SÉNIOR (1) Playground (2) Pluralidade dos métodos (2) Pluralismo Judaico (2) PMS (1) Poder (2) Polémica (1) Polémicas (1) Política (4) Pop + (2) POP ISRAEL RADIO (1) Por que o calendário maia trouxe tanta inquietação aos evangélicos (1) Poreotix - Friday (Rebecca Black) HD (1) Porque é que os judeus não acreditam em Jesus (1) PORQUE OLHAMOS PARA OUTRA MULHER SENDO CASADOS (1) Posições Oficiais deste blogue: entre o liberalismo e a neo-ortodoxia. E a sombra de Karl Barth (1) Possessão (1) Predestinação (5) Predestinação TV (1) Prefácio (1) Preparando otro genocidio Lo típico y lo verosímil: el atentado contra Companys (1) Preservativos (1) Prince William and Catherine Middleton's Wedding: Video Highlights (1) processo de rotação de almas (2) Procissão Ateia (1) Profecia (1) Programa Israelita (1) Programa Israelita 2 (1) Prophets (1) PROSTITUIÇÃO (5) Protestant Churches in the Netherlands G-d doesn’t exist (1) PSICIGRAFIA (1) Punto Pelota (4) Punto Pelota Real a toda velocidade (2) Pure Joy - Hour of Power Eps. 2134 and 2132 - Full Hours (1) Quaresma (2) Queer Theology (1) Question: Why do Jews in America have two Passover Seders? (1) Racialismo no Inverso (1) Racionalismo (1) Racismo (2) Racismo Anti-Semita (1) RÁDIO CADENA SER (1) Rádio Gospel FM (1) RÁDIO H7 (1) RADIO SUL AMÉRICA PARADISO - Regina Navarro Lins (1) Radios (2) RAP-CORE (1) Razão (1) Razões para D´us permitir o mal ou ficar em modo de Teismo Aberto (1) Real Madrid News (6) REBECCA BLACK (3) Recreio (2) Rectidão (1) Reencarnação (2) Reforma Protestante (1) Refutação do Protestantismo (2) Refutação dos Ortodoxos Orientais (1) Reggae (1) Regina Navarro Lins (3) RELAÇÕES UNISSEXUAIS HODIERNAS (1) Religião (1) Religião Estável e Religião Itinerante (1) Religiões Várias (2) RELIGIOSIDADE (1) Ressurreição (7) Restauração (1) REV RUN (1) Revolução (1) Revueltas en el mundo islámico (1) Rezar a Avé-Maria faz bem e muito para lá de todos os preceitos religiosas e de fé inerentes ao acto. (1) Ricardo Araújo Pereira e a questão de Deus (1) Ricardo Araujo Pereira e a Questao do HaShem (D'us) (1) Ricardo Gondim (1) Rihanna (2) Riso (1) RIT TV (2) Ritos (1) Ritos Cristãos (1) Romance (2) Rosh Hashanah: The Start of the Jewish New Year (2) Rosto de Jesus (1) Rostos de Jesus (1) Rouco Varela bendice a Rajoy (1) Roupa (1) Ruah (1) RUM (1) Sabbath (1) Sabedoria (1) Sacerdotes y bomberos (1) SADS (1) SAINT OR SINNER (1) SALTOS ALTOSDEFICIÊNCIA OTIMISTA (1) Samhain (1) Santa Maravillas (1) SANTA PAGE (1) SANTO É O ETERNO (1) Santo? Críticos de João Paulo II duvidam (1) santos (1) Satanismo (1) SATURDAY PARTY (1) Scott Anderson (1) Scriptures Metal "Books" (1) se eles têm a Bíblia? (1) Seitas (2) Semana Santa (1) Semântica (1) Ser que se aparece encarnado en animales y personas (1) Sermão da Montanha Versão Moderna (1) Sermons (1) Serviços Religiosos (3) Sete Leis de Noé (1) Sete Mandamentos para atravessarmos a crise (1) SEVENTH DAY SLUMBER (1) Sexualidade (4) Sexualidade Evangélica (2) Shabbat (4) Shavuot (1) Shmuley Boteach (1) Shroud of Turin (2) SIESTA (1) Sincretismo (1) Sindicalistas (1) Sinto nojo de machistas (1) SIRACUSA (1) SITE 4 JESUS (1) Sítio Pessoal (1) Só Jesus Salva (1) SOCCER (1) SOCCER RADIO (1) Socialistas (1) Software livre (1) Solidariedade (1) Somos responsáveis por tudo o que conquistamos (1) Sonhos (1) Sou um Dissenter (1) Spiritual Growth and Academic Performance (1) SPORTS (1) STATS (2) STATS E LINKS DE QUASE TODOS OS MEUS BLOGUES | A MINHA HEMEROTECA VIDEO (1) STATS E LINKS DE QUASE TODOS OS MEUS BLOGUES | HEMEROTECA VIDEO (1) STRAUSS-KAHN (1) Stress (1) SUD (3) SUDS (1) Suicídio (1) SUICÍDIO BULLYING RACISMO VIOLÊNCIA DE GÉNERO (1) Sunset Airshow FAV 2012 Samil (1) Super Tuesday (1) SuperCrise (2) TAGS (2) TAMBÉM ODEIAS (1) Tanya (1) Tatuagens (1) TEEN CHAT (1) Teens (3) Teísmo Aberto (1) TELE 5 LIVE (1) TELEMADRID (1) Tempo (2) TEOLOGIA (1) Teologia da Presperidade (1) TEOLOGIA FEMININA (1) TERAPIA DA TRISTEZA (1) Terapia de Orientação Sexual (1) Teresa de Ávila (1) Tese - Judeus (1) Tese Sobre Homossexualismo (1) Teshuvá (1) Testemunho de um casal (1) texto de Lutero (1) TEXTOS BÍBLICOS SOBRE O DÍZIMO E OUTRAS OFERTAS (2) The 700 Club (1) THE CERN COLLIDER: DEMONIC PORTALS (1) THE END (1) THE GOLDEN CALF (1) THE MACCABEATS (1) THE VATICAN (1) The Wanted (1) The World Reformed Fellowship Statement of Faith (1) The World's Sexiest Book (1) Tikkun ha-Olam (1) TO BE ONE (1) tolerância (1) Tom Cruise (1) TOM HORN (1) Tools (1) TORAH COMPLETA (1) Trabalho (1) TRADICIONALISTAS (1) Trance (1) TranceFM DJ (1) Transfusão de Sangue (1) Tratado da Verdadeira Devoção - Predestinação Marista (1) TRINDADE (13) TRINDADE - DEBATE (1) Tristeza (1) Tu B’Shevat (1) Tulisa - Young (1) Tumblr (1) TV (5) TV Cancão Nova (1) TV CRISTÃ (1) Tweets (7) TWITLONGER (1) Twitter Pessoal (1) Twitters de Regina Navarro Lins (1) TWWW.TV LIVE (1) Una doble de Justin Bieber arrasa en YouTube (1) Unção (1) Uncharted3 na Jordânia - Curto Circuito (1) UNIÃO CARNAL DE PAULO COM CRISTO (1) UNICISTA (9) Uniões Conjugais fora do Matrimónio (1) UNITÁRIOS (9) Universalismo (1) VERBETES (1) Vermes (1) VERNÁCULO (1) Véu (1) VEVO (1) Vida depois da vida (1) Videos (1) Vigo (1) VIGO VIDEO LIVE WEBCAM (1) VIOLÊNCIA DOMÉSTICA (1) VIRGIN (1) Virgindade de Maria (1) Virtudes Teologais (1) VOCÊ E AS SUAS PARTES PARASHÁ VAYIKRÁ | MAZAL (1) Volta de Jesus (1) WEIRD IN A “GOD” WAY (1) Weird por o Reverendo Craig Groeschel (1) What's that crazy Jew been up to? (1) Women and the NIV Bible (1) Xmas (4) Y la plaza de Chueca no se puso los auriculares (1) Ya somos 7.000 millones (1) Yeshua (2) Yom Huledet Sameach (1) Yoshke of Nazareth (1)

    KSS: TWITTER TRENDS IN SPAIN | KLEZMER MUSIC

    Twitter Trends in Spain

    Twitter Trends, Spain - Trendsmap

    http://amesadecafe.wordpress.com/2008/09/21/musica-klezmer-feita-em-portugal/ http://worldmusic.about.com/od/europeanjudaica/p/Klezmer.htm
    Concelho de Braga, Portugal »» Abro uma frente contra o individualismo liberal, que reduz tudo o que envolve a Humanidade à mera economia, e contra o totalitarismo que faz desaparecer o individuo dentro da máquina absorbente do Estado e da Religião, proclamo que somente numa sociedade com vida própria pode desenvolver-se a liberdade concreta a que a humanidade tem direito. O moto “Ecclesia Reformata et Semper Reformanda Est” (“Igreja Reformada e sempre reformando-se”) continua vigente. Quero reforçar a sociedade como travão ao Estado e à Religião, a fim de proteger e promover a liberdade do Indivíduo. Corresponde ao Estado a função de coordenador político, para manter a unidade teológica e orgánica do corpo social, dirigindo, vigiando e impulsionando a vida colectiva. Through the grace of our Lord YAOHÚSHUA (Jesus), the love of G-d, and the communion of the ‘Rukha Hol-Hodshúa (Holy Spirit), I trust in the one triune G-d (YÁOHU ULHÍM), the Shúam (Name), the Holy One of Yaoshorúl (Israel), whom alone I worship and serve (http://gamc.pcusa.org/ministries/pda/). God comes to us in free and undeserved favor in the person of YAOHÚSHUA who lived, died, and rose for us that we might belong to G-d and serve Mehushkhay (Christ) in the world. Following YAOHÚSHUA, Presbyterians are engaged in the world and in seeking thoughtful solutions to the challenges of our time. Presbyterians affirm that G-d comes to us with grace and love in the person of YAOHÚSHUA, who lived, died, and rose for us so that we might have eternal and abundant life in him. As Mehushkhay’s (Christ’s) disciples, called to ministry in his name, we seek to continue his mission of teaching the truth, feeding the hungry, healing the broken, and welcoming strangers. G-d sends the ‘Rukha Hol-Hodshúa (Holy Spirit) to dwell within us, giving us the energy, intelligence, imagination, and love to be Mehushkhay’s (Christ’s) faithful disciples in the world. More than two million people call the Presbyterian Church, http://www.pcusa.org/, (in the U.S.A.) their spiritual home. Worshipping in 10,000 Presbyterian congregations throughout the United States (also in other countries and cities like the city of Braga, Portugal [NOT DIRECTLY CONNECTED BUT INSPIRED BY]: Apresento-vos, amados santos (consagrados) do D-us Ela-Ele/Ele-Ela Eterno, formalmente a MINHA AMADA IGREJA/OHOLYÁO/CONGREGAÇÃO OFICIAL, no meu magnífico site/sítio: http://www.wix.com/ViktorMoreno/conviteavalsa: IGREJA BAPTISTA (PRESBITERANA) PENTECOSTAL – Vias Prebendas dignas duma lauda ou de um asteísmo: Rua de S. Martinho, 9 / Rua Manuel Álvares, 9, Braga; Horários: Terça: 20:30/21:00 (Verão: 21:00); Sábado: 19:00 hrs (Abaixo dos Bombeiros Municipais; em frente da gasolineira “BP” – Sapadores) C.P./Cidade: 4700 Braga; Telemóvel oficial do Pastor: 964 803 540, “ESCRITURAS OFICIAIS”: http://verdadesquelibertam.wordpress.com/as-escrituras-na-versao-yaohushua-clique-aqui/), they engage the communities in which they live and serve with G-d’s love. IGREJA EVANGÉLICA CONSERVADORA FUNDAMENTALISTA EM BRAGA Endereço Rua da Cruz da Pedra, 39 Sítio e contacto Ceia do Senhor Domingo, 10:00 Escola Dominical Domingo, 10:45 Preg. Evangelho Domingo, 10:45 Estudo Bíblico Quarta, 21:00 Oração Sexta, 21:00 Jovens Sábado, 20:30 Senhoras Último Domingo, 15:30 Anciãos Samuel Antunes Vieira, Ernesto da Silva Vieira e David Antunes Vieira Observações Início da presença da Igreja na localidade: Junho de 1957 Data de comemoração de aniversário: 4 de Junho

    Kids Shabbos School

    Esta semana oramos por:

    BÍBLIAS EM VÁRIOS IDIOMAS E TODOS OS MEUS POSTS




    Tags: MTV Shows
    Estudo alerta para ingestão de peixes contaminados com mercúrio A ingestão de peixe contaminado com mercúrio é a principal via de exposição ao metal tóxico e uma ameaça para a saúde no mundo todo, segundo um relatório publicado na revista científica sueca "Ambio". O estudo, elaborado a partir de cinco artigos de especialistas e divulgado hoje pela imprensa britânica, indica que, atualmente, o grau de contaminação com mercúrio industrial é três vezes maior que antes da Revolução Industrial. A poluição de oceanos, lagos, rios e mares deixou alguns peixes com altos níveis tóxicos de mercúrio, cuja ingestão é especialmente prejudicial para grávidas, recém-nascidos e crianças. Os danos causados, inclusive pelos baixos níveis de mercúrio, no desenvolvimento do cérebro são conhecidos há décadas, mas os cientistas do estudo ressaltam que ainda não foi feito o suficiente para reduzir a exposição ao mínimo. O relatório, aprovado por mais de mil cientistas na Conferência Internacional sobre a Contaminação do Mercúrio, realizada no segundo semestre do ano passado, em Madison (Estados Unidos), destaca que os efeitos tóxicos do mercúrio também aumentam o risco de ataques cardíacos, especialmente entre os homens adultos. Apesar da redução das emissões de mercúrio registradas nos países desenvolvidos nos últimos 30 anos, os níveis continuaram elevados por causa das emissões dos países em desenvolvimento. Segundo o professor da Universidade de Wisconsin James Wienes, as implicações políticas da descoberta "são claras". Nos Estados Unidos, a fim de reduzir a exposição ao mercúrio, o Governo lançou uma campanha para alertar as mulheres grávidas para o consumo limitado de peixes, especialmente de pescado branco e mariscos, que devem ser ingeridos em quantidades inferiores a 340 gramas por semana. Uma medida similar é promovida pela agência sanitária britânica, a Food Standards Agency, que aconselha as grávidas a evitar o consumo de tubarão e peixe-espada, e limitar o de atum, já que estes são os peixes com os níveis de mercúrio mais elevados. No entanto, pesquisadores britânicos da Universidade de Bristol descobriram que o pescado também contém ácidos ômega 3 e outros nutrientes essenciais para o desenvolvimento do cérebro, apesar da ameaça que supõe para a saúde sua contaminação com mercúrio. A partir de um estudo com 9.000 famílias, o relatório, publicado na revista britânica "The Lancet", concluiu que os riscos do consumo de peixes são superados por seus benefícios. Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/2007/03/08/ult1766u20692.jhtm
    Thaeme e Thiago - Apocalipse (Part. Marcos e Belutti).mp3
    Força Jovem Brasil
    Vancouver Riots 2011
    Hour of Power 2158 (Full Episode) from Crystal Cathedral Ministries on Vimeo.
    Kalumbonjambonja (the PDF Edition) – Versão Revista em Junho 2011http://www.scribd.com/embeds/58688769/content?start_page=1&view_mode=list&access_key=key-98b01xvklntkfrsftp0 Os Meus Posts
    Visitar-me em Twix.com

    Religion Blogs
    blog sites
    Festa da Taça já começou, siga aqui!



    Rapture aside, America's evangelical Christians deserve a little respect
    Tim Stanley - The Telegraph - 22 May 2011          
    Thanks to Vaal for the link Last week I went to a small evangelical church in West Los Angeles to test the mood pre-Rapture. This particular congregation did not buy the prediction by...
    CBS News - CBS - 22 May 2011          
    An aspect of religion that intrigues me is its capacity to con money out of a seemingly endless supply of gullible idiots. Is there anything so stupid that, if you put it out there, you can't find...
    The Thinking Atheist - YouTube - 21 May 2011
    This is worth watching
    Leonard Susskind - TED - 21 May 2011          
    Thanks to weavehole for the link What's it like to be pals with a genius? Onstage at TEDxCaltech, physicist Leonard Susskind spins a few stories about his friendship with the legendary Richard...
    TAGGED: PHYSICS, SPEECHES
    Ben Goldacre - Guardian - 21 May 2011
    Here's no surprise: beliefs that we imagine to be rational are bound up in all kinds of other stuff. Political stances, for example, correlate with various personality features. One major review in...
    Eric MacDonald - Choice in Dying - 21 May 2011          
    This is the second instalment of (former Reverend) Eric MacDonald's replies to reviews of The God Delusion , following the one we posted yesterday. He promises more, and I, for one, look forward to...
    Greta Christina - AlterNet - 20 May 2011          
    Atheists, by definition, don't think any religion has any reasonable likelihood of being true. And yet, for some weird reason, we're often asked to choose between them. Believers often accuse us...
    TAGGED: RELIGION, WINGNUTS
    David Silverman - CNN - 20 May 2011          
    Let nobody doubt that religion hurts people. Good, intelligent, caring people suffer every day and everywhere at the hands of religion, the happy lie. Religion is used by dishonest people who...
    Jerry Coyne - WEIT - 20 May 2011
    I’m so glad that Eric’s website, Choice in Dying, has taken off in a big way. He regularly posts thoughtful commentaries, and, unlike most of us, can’t be accused of theological naivité (he was,...
    Eric MacDonald - Choice in Dying - 20 May 2011
    I’ve been reading reviews of Richard Dawkins’ The God Delusion over the last few days. There are a surprising number of them. Most of them, as is to be expected, no doubt, are written by religious...
    ASHLEY PARKER - The New York Times - 20 May 2011          
    Abby Haddad Carson and Robert Carson say Saturday is Judgment Day; the children, Joseph, Faith and Grace, do not The Haddad children of Middletown, Md., have a lot on their minds: school...
    TAGGED: RAPTURE, WINGNUTS
    - - RDF Store - 20 May 2011          
    Evolution Fun for Kids! Award winning evolution activity playmat, poster and activity guide Special introductory prices, click here to buy
    Bang goes the theory - BBC - 19 May 2011          
    We've already posted a brief, edited version of this conversation, and promised that the full version would come along later. Here, now, is the full version. Link to original post and comments ...
    Ruth Gledhill - The Times - 19 May 2011          
    Religion should not be allowed to “hijack” the great cultural resource of the Bible, according to the atheist scientist Professor Richard Dawkins. Asked by the Labour MP Frank Field, chairman...
    Michelle Boorstein - Washington Post - 19 May 2011          
    UPDATE (thanks to Miranda Celeste for the link): a pdf of the 143-page report itself is here . The largest study ever done on youth sexual abuse by Catholic clergy concludes that the scandal...
    British Humanist Association and RDFRS - BHA website - 18 May 2011          
    Date: 9th June 2011 Start time: 7:00pm for 7:30pm start - 8:30pm Venue: Logan Hall, Institute of Education, 20 Bedford Way, London WC1H 0AL Tickets: Non-members £6.00; £4.00 for BHA members...
    Bart Erhman - YouTube - 18 May 2011          
    This is a very nice – and witty – little vignette by Bart Ehrman. The central Christian dogma of the Trinity, it turns out, occurs in only one place in the bible, in the first epistle of John,...
    TAGGED: RELIGION

    AVISO DO BLOGUE:
    Abro uma frente contra o individualismo liberal, que reduz tudo o que envolve a Humanidade à mera economia, e contra o totalitarismo que faz desaparecer o individuo dentro da máquina absorbente do Estado e da Religião, proclamo que somente numa sociedade com vida própria pode desenvolver-se a liberdade concreta a que a humanidade tem direito. O moto "Ecclesia Reformata et Semper Reformanda Est" ("Igreja Reformada e sempre reformando-se") continua vigente. Quero reforçar a sociedade como travão ao Estado e à Religião, a fim de proteger e promover a liberdade do Indivíduo. Corresponde ao Estado a função de coordenador político, para manter a unidade teológica e orgánica do corpo social, dirigindo, vigiando e impulsionando a vida colectiva. Through the grace of our Lord YAOHÚSHUA (Jesus), the love of G-d, and the communion of the 'Rukha Hol-Hodshúa (Holy Spirit), I trust in the one triune G-d (YÁOHU ULHÍM), the Shúam (Name), the Holy One of Yaoshorúl (Israel), whom alone I worship and serve (http://gamc.pcusa.org/ministries/pda/). God comes to us in free and undeserved favor in the person of YAOHÚSHUA who lived, died, and rose for us that we might belong to G-d and serve Mehushkhay (Christ) in the world. Following YAOHÚSHUA, Presbyterians are engaged in the world and in seeking thoughtful solutions to the challenges of our time. Presbyterians affirm that G-d comes to us with grace and love in the person of YAOHÚSHUA, who lived, died, and rose for us so that we might have eternal and abundant life in him. As Mehushkhay's (Christ’s) disciples, called to ministry in his name, we seek to continue his mission of teaching the truth, feeding the hungry, healing the broken, and welcoming strangers. G-d sends the 'Rukha Hol-Hodshúa (Holy Spirit) to dwell within us, giving us the energy, intelligence, imagination, and love to be Mehushkhay's (Christ’s) faithful disciples in the world. More than two million people call the Presbyterian Church, http://www.pcusa.org/, (in the U.S.A.) their spiritual home. Worshipping in 10,000 Presbyterian congregations throughout the United States (also in other countries and cities like the city of Braga, Portugal (Observation: My Church is not directly connected but inspired by): Apresento-vos, pois, formalmente a MINHA AMADA IGREJA OFICIAL, http://www.wix.com/ViktorMoreno/conviteavalsa: IGREJA BAPTISTA (PRESBITERANA) PENTECOSTAL - Vias Prebendas dignas duma lauda ou de um asteísmo: Rua de S. Martinho, 9 / Rua Manuel Álvares, 9, Braga; Horários: Terça/Quinta: 20:30/21:00 (Verão: 21:00); Sábado: 19:00 hrs (Abaixo dos Bombeiros Municipais; em frente da gasolineira "BP" - Sapadores) C.P./Cidade: 4700 Braga; Telemóvel oficial do Pastor: 964 803 540, "ESCRITURAS OFICIAIS": http://verdadesquelibertam.wordpress.com/as-escrituras-na-versao-yaohushua-clique-aqui/), they engage the communities in which they live and serve with G-d’s love. To ilustrate read the blog's article about women's leadership in Church: http://supralapsarianismo.wordpress.com/2010/10/11/damasio-%e2%80%9co-signo-o-tempo-e-a-consciencia%e2%80%9d-maria-a-mae-de-yaohushua-era-hermafrodita-como-o-afirmam-alguns-muculmanos/
    Também temos uma reflexão democrática com o contraditório: http://conviteavalsa.blogspot.com/2010/09/yaohushua-e-o-nosso-sumo-bem-da.html

    Bento Domingues: Os partidos na Igreja

    No "Público" de 22 de Maio de 2011 AD


    USA DENOMINATIONS LINKS
      DENOMINATIONS
      • Link to denominations | Portuguese Denomination: Metodistas de Portugal
      • Circuito de Braga
        alt BRAGA
        Morada: Travessa Dr. Francisco Machado Owen, 45 (Bairro Social St.ª Tecla) 4710 - 322 Braga Telefone: 253 271 266 Horário das Reuniões: Domingo - 10:00 Escola Dominical Domingo - 11:00 Culto 5ª Feira - 21:00 Estudo Bíblico Pastor responsável: Revª. Eunice Alves Telemóvel: 963 107 631
    ANTENA3 TV
    Fluir.tv
    edsom on livestream.com. Broadcast Live Free
    Watch live streaming video from apliveroyalwedding at livestream.com
    Fernanda Henriques, da Universidade de Évora, constatando que D'us se tornou um ídolo masculino patriarcal - se D'us é masculino, o masculino é D'us e, então, como é que as mulheres se pensam quando se dirigem a D'us figurado no masculino -, afirmou que as teologias feministas devem ser um braço da teologia da libertação, fundamentais para a renovação da Igreja (independente da denominação cristã) e decisivas para equilibrar as representações do homem e da mulher no seu valor na sociedade.
    Documento Final – Compromisso da Cidade do Cabo - Parte I PDF Imprimir E-mail
    Seg, 16 de Maio de 2011 AD
    Documento Final – Parte 2/4
    Congresso Lausanne III
    Compromisso da Cidade do Cabo
    5. Nós amamos o Espírito Santo
    Nós amamos o Espírito Santo na unidade da Trindade, juntamente com o Deus Pai e o Deus Filho. Ele é o Espírito missionário enviado pelo Pai missionário e pelo Filho missionário, que sopra vida e poder na Igreja missionária de Deus. Nós amamos e oramos pela presença do Espírito Santo, pois sem que o Espírito testemunhe de Cristo, o nosso testemunho é inútil. Sem a obra de convencimento do Espírito, é vã nossa pregação. Sem os dons, a direção e o poder do Espírito, nossa missão é mero esforço humano. E sem o fruto do Espírito, nossas vidas desinteressantes não conseguem refletir a beleza do evangelho.
    A) No Antigo Testamento vemos o Espírito de Deus ativo na criação, em obras de libertação e de justiça, enchendo pessoas do Espírito e capacitando-as para todo tipo de serviço. Profetas cheios do Espírito aguardavam ansiosamente a vinda do Rei e Servo, cuja Pessoa e obra seriam capacitadas pelo Espírito de Deus. Os profetas também aguardavam a era que seria marcada pelo derramamento do Espírito de Deus, trazendo nova vida, obediência renovada e dons proféticos para todo o povo de Deus, jovens e velhos, homens e mulheres.[17]

    Leia mais...
    Follow me on Twitter!
    [TRU:] YOUNG TELEVISION
    TV IPB
    Follow me on TwitLonger! Clique no http://www.twitlonger.com/index.php/main_new The Lord's Prayer by Huntley Brown - 2147 from Crystal Cathedral Ministries on Vimeo.
    Hour of Power Ep. 2153 - Full Hour from Crystal Cathedral Ministries on Vimeo.
    Amazing Grace performed by Crystal Cathedral Choir & Worship Team - 2153 from Crystal Cathedral Ministries on Vimeo.
    Hour of Power EP. 2154 - Full Hour from Crystal Cathedral Ministries on Vimeo.
    [TRU:] YOUNG TELEVISION
    TV IPB
    Watch live streaming video from tvbetel at livestream.com

    KSS: SHABBOS/SHABBAT

    CATEGORIAS FUNDAMENTALISTAS NÃO INCLUSIVAS E INCLUSIVAS | A ESPERANÇA DOS DEFICIENTES

    2120 Full Hour from Crystal Cathedral Ministries on Vimeo.

    The Fundamental Top 500


    The Baptist Top 1000 


    IFB1000
    http://unisinos.br/blog/ihu/category/juventude/ » Estudo do Ibase mostra como pensa a juventude sul-americana A juventude perdida da América Latina Uma selvagem celebração da liberdade, da juventude, do excesso » http://www.ihu.unisinos.br/index.php?option=com_noticias&Itemid=18&task=detalhe&id=34669 A fé da juventude. Estudos inéditos apontam um descrédito das religiões ‘Hoje não há geração, há tribo’. A diferença entre a juventude de 1968 e hoje. Entrevista com Zuenir Ventura ||| http://magcalcauvin.files.wordpress.com/2011/05/dc3adzimo.pdf »»»» DÍZIMO PDF ESPECIALMENTE A PÁGINA 5 » http://magcalcauvin.wordpress.com/2011/05/10/dizimo-uma-ideia-de-genio-de-agostinho/

    The Expanded Bible New Testament | Youthworks Bible Studies - Sex, Relationship & the Bible