BIBLIA ORTODOXA

domingo, 28 de abril de 2013

Sendo Jesus D'us (ou parte da divindade, como preferirem) não seria mais simples apenas perdoar as pessoas e não morrer por elas?



Jonas Justiniano
Simples. O sacrifício era sim ordenado por Deus, mas o sacrifício teria que ser feito COM UM CORAÇÃO ARREPENDIDO, senão de nada valeu os sacrifícios ordenados pela Torah.
Gosto  Ontem às 22:55
Jonas Justiniano
Cristo oferece arrependimento aos seus, porém o sacrifício é o que rime o verdadeiro pecador que se arrepende.
Gosto  Ontem às 22:56
Jonas Justiniano
Quer dizer, ele não oferece, ele CONCEDE.
Gosto  Ontem às 22:56
Jonas Justiniano
Deus: Não aceito sacrifício...mas mandei Abraão Sacrificar Isac...
Gosto  Ontem às 22:58
Rodrigo Mourão
Com todo respeito Jonas Justiniano, segundo o Tanak não precisamos do sacrifício de Jesus. Eis o que verdadeiramente temos que fazer para sermos perdoados dos nossos pecados.

Quando eu também disser ao ímpio: Certamente morrerás; se ele se converter do seu pecado, e praticar juízo e justiça,
Restituindo esse ímpio o penhor, indenizando o que furtou, andando nos estatutos da vida, e não praticando iniqüidade, certamente viverá, não morrerá.
De TODOS os seus pecados que COMETEU(tempo passado) NÃO SE TERÁ MEMÓRIA CONTRA ELE; juízo e justiça fez, certamente viverá.
Ezequiel 33:14-16
Gosto  Ontem às 22:58
Gosto  Ontem às 22:59
Rodrigo Mourão
D-us realmente queria o sacrifício de Isaac? Por que então não deixou ele se completar? '-'
Gosto  Ontem às 22:59
Rodrigo Mourão
Além disso Ezequiel diz que não precisamos é de sacrifício nenhum para sermos perdoados.

De TODOS os seus pecados que COMETEU(tempo passado) NÃO SE TERÁ MEMÓRIA CONTRA ELE; juízo e justiça fez, certamente viverá.
Ezequiel 33:16
Gosto  Ontem às 23:00
Jonas Justiniano
Esse não foi o tema. Você usou as palavras de Cristo para chama-lo de inocente por citar que Cristo primeiro afirmou que Deus quer misericórdia e não sacrifício, e depois se ofereceu. E eu mostrei que isso ocorria noa torah. O sacrifício deve ser feito, mas com um coração puro para o perdão do pecador.
Gosto  Ontem às 23:01
Jonas Justiniano
Deus não fez o de Isac, mas PEDIU.
Gosto  Ontem às 23:01
Rodrigo Mourão
Obviamente. Se não fosse(um teste) Ele deixaria ter ocorrido. Se interveio é porque simplesmente não queria isso. Isso é óbvio.
Editado  Gosto  Ontem às 23:02
Jonas Justiniano
Que seja, Deus PEDIU. Deus pediu, e para nós simboliza um sacrifício humano que viria remir a humanidade.
Gosto  Ontem às 23:02
Rodrigo Mourão
Ok, mas está totalmente em desacordo com o Tanak. (y)
Gosto  Ontem às 23:03
Rodrigo Mourão
Quero saber onde o sacrifício de Jesus se encaixa na passagem que eu citei de Ezequiel.
Gosto  Ontem às 23:03
Jonas Justiniano
Concordo, Deus não queria, NAQUELE MOMENTO. Mas a questão é o PEDIDO EM SI.
Gosto  Ontem às 23:04
Jonas Justiniano
Porque Deus pediria algo abominável?
Gosto  Ontem às 23:04
Jonas Justiniano
Por que ele não disse simplesmente: "MATA O SEU FILHO", e não SACRIFÍCA O SEU FILHO?
Gosto  Ontem às 23:04
Rodrigo Mourão
A questão era o sacrifício ou o teste de fé a Abraão?
Gosto  Ontem às 23:05
Jonas Justiniano
Se fosse somente um teste, porque ele não disse:"MATA O SEU FILHO?"
Gosto  Ontem às 23:05
Jonas Justiniano
Ele falou SACRIFICA-O.
Gosto  Ontem às 23:05
Jonas Justiniano
Diferente de MATAI-O.
Gosto  Ontem às 23:06
Jonas Justiniano
Agora preciso ir ao culto.
Gosto  Ontem às 23:07
Jonas Justiniano
Shalom a todos.
Gosto  Ontem às 23:07
Jonas Justiniano
Volto mais tarde.
Gosto  Ontem às 23:07
Rodrigo Mourão
Em hebraico a palavra sacrifício é 'korban'. Acha aí a palavra korban no verso onde na sua bíblia está dizendo 'sacrifica-o'.
Gosto  Ontem às 23:08
Rodrigo Mourão
וַיֹּאמֶר קַח נָא אֶת בִּנְךָ אֶת יְחִידְךָ אֲשֶׁר אָהַבְתָּ אֶת יִצְחָק וְלֶךְ לְךָ אֶל אֶרֶץ הַמֹּרִיָּה וְהַעֲלֵהוּ שָׁם לְעֹלָה עַל אַחַד הֶהָרִים אֲשֶׁר אֹמַר אֵלֶיךָ
Gosto  Ontem às 23:08
Rodrigo Mourão
Se não gosta de hebraico, se delicie com latim.

2 Ait: “Tolle filium tuum unigenitum, quem diligis, Isaac et vade in terram Moria; atque offer eum ibi in holocaustum super unum montium, quem monstravero tibi”.

http://www.vatican.va/archive/bible/nova_vulgata/documents/nova-vulgata_vt_genesis_lt.html#22

Obs.: A Vulgata oficial do site do Vaticano usa o termo 'ofereça'(latim: offer). Uma oferenda fica a aceitação ou NÃO do destinatário. Então cai por terra essa tese da prefiguração, pois aí vemos que havia uma não real intenção de matar. Mas a intenção de OFERECER a morte, o que é bem diferente. ;)
Editado  Gosto  Ontem às 23:14
Rodrigo Mourão
O verso diz 'ofereça', não diz 'mate-o'. A questão é que vocês cristãos leem apenas a João Ferreira de Almeida. Apesar de não muito confiável, prefiro mil vezes a Vulgata.
Gosto  1  Ontem às 23:16
Magalhães Luís
Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt: "Jesus morreu pelos homens, não podia guardar-se para si próprio avaramente e pertencia a tudo o que sofre. Os Padres da Igreja fizeram disso uma religião, isto é, fizeram uma religião, que também para o mal (moral) era uma consolação. Desde então isso teve um êxito tal no mundo que pensar em Jesus nada tem a ver com a acção e ainda menos com os que sofrem. Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler."
Não gosto  1  Editar  Ontem às 23:52
Magalhães Luís
Temos a exigência de segui-lo no seu Evangelho do Reinado de Deus, no que ele quis e fez com os pecadores, as mulheres, os estrangeiros, na relação com o dinheiro, com a política, os pobres, Deus e a religião.
Editado  Não gosto  1  Editar  Ontem às 23:53
Magalhães Luís
Nas religiões, oferece-se sacrifícios à divindade - frutos, comida, animais, seres humanos -, para aplacá-la, agradecer, expiar os pecados, atrair bênçãos. A refeição sacrificial cultual criava relações de comunidade dos participantes com a divindade e entre si. Mas desgraçados dos seres humanos que foram oferecidos em sacrifício! Teria sido melhor não terem conhecido a religião. E que Deus seria esse que precisasse dos sacrifícios, sobretudo quando isso implicava a morte de homens ou mulheres?
A Bíblia, concretamente na sua linha profética, verberou os sacrifícios. Oseias põe na boca de Deus estas palavras: "Eu quero a misericórdia e não os sacrifícios, o conhecimento de Deus mais do que os holocaustos." E Amós: "Eu conheço as vossas maldades e a enormidade dos vossos pecados. Sois opressores do justo, aceitais subornos e violais o direito dos pobres no tribunal. Eu detesto e rejeito as vossas festas. Se me ofereceis holocaustos, não os aceito nem ponho os meus olhos nos sacrifícios das vossas vítimas gordas. Antes, jorre a equidade como uma fonte, e a justiça como torrente que não seca." E o profeta Isaías escreve: "De que me serve a mim a multidão das vossas vítimas? - diz o Senhor. Estou farto de holocaustos de carneiros, de gorduras de bezerros. Não me agrada o sangue de vitelos, de cordeiros nem de bodes. Quando me viestes prestar culto, quem reclamou de vós semelhantes dons, ao pisardes o meu santuário? Não me ofereçais mais dons inúteis. Cessai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem; procurai o que é justo, socorrei os oprimidos, fazei justiça aos órfãos, defendei as viúvas."
Jesus retomou a palavra profética de Oseias: "Ide aprender, diz o Senhor, o que significa: 'Prefiro a misericórdia ao sacrifício'." Ele enfrentou profeticamente a casta sacerdotal e expulsou os vendilhões do Templo, tendo sido este acontecimento determinante para a sua condenação à morte na cruz, na sequência de uma coligação internacional - Jerusalém e Roma -, com interesses sacerdotais, económicos e políticos ameaçados.
Afinal, um Deus que precisasse de sacrifícios era um Deus pior do que os seres humanos, quando vivem uma humanidade boa e feliz. Que pai ou mãe quer que os filhos andem de joelhos ou de rastos diante deles e lhes ofereçam sacrifícios?
O sofrimento pelo sofrimento é inútil e deve-se combatê-lo, bem como às religiões doloristas que pregam o sofrimento como agradável a Deus e a via mais directa para o céu. Deus não precisa nem quer sacrifícios. Deus, que é amor, quer amor e justiça para todos, dando preferência aos marginalizados e aos pobres. Mas cá está. A prática do amor e da justiça, a contribuição real para uma sociedade boa e justa e mais feliz implicam capacidade de sacrificar-se. Agora, porém, é diferente: não se trata do sacrifício pelo sacrifício, mas das melhores causas da vida, que inevitavelmenteexigem renúncia, entrega, doação. Aqui, o sacrifício surge em toda a sua dignidade, dita já no étimo latino: sacrum facere - tornar sagrado. Não há amor nem obra grande nem salvaguarda da humanidade na sua dignidade, sem a disposição para sacrificar-se pelo melhor. Quem ousa então ir até ao fim, superando os obstáculos do egoísmo e da preguiça e da mesquinhez e da opressão e entregando-se à realização da humanidade de todos os homens, faz algo de sagrado, torna o mundo humano e sagrado.
Não gosto  1  Editar  Hoje às 0:03
Magalhães Luís
Por exemplo, Sócrates podia, como lhe foi oferecido, ter feito um compromisso. Isso era, porém, contra a voz da consciência, e Sócrates não atraiçoou a sua mensagem e bebeu a cicuta.
Jesus não morreu para aplacar a ira divina ou porque Deus precisasse do sacrifício da sua morte, Rodrigo Mourão. O sacrifício pelo sacrifício é detestável e a morte não salva ninguém. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Quando se fala de nova evangelização, é disto que se trata: acreditar, com todas as consequências, no Evangelho enquanto notícia boa do Deus que é amor e que não tolera vítimas. De facto, é em nome do Deus que quer vítimas que nós próprios, pela guerra, mediante a exploração omnímoda e sem escrúpulos, continuamos a fazer vítimas. Deus, porém, o que quer é misericórdia. A paixão por Deus traduz-se por compaixão real e efectiva para com os homens e mulheres.
Não gosto  1  Editar  Hoje às 0:04
Magalhães Luís
Este é o meu pensamento como cristão. Quando mencionar cristão, defina se se refere a um conservador ou a um liberal. Nem todos os cristãos são iguais na sua teologia.
Não gosto  1  Editar  Hoje às 0:06
Rodrigo Mourão
Magalhes se Jesus em sua plena divindade se deu como sacrifício e dizia que quer misericórdia e não sacrifícios ele tinha deslexia. Não me interpretem mal, mas isso é antagônico. Ele chamava os fariseus de hipócritas porque diziam e não faziam, mas parece que ele era o grande hipócrita da história, por quê? Porque dizia que queria compaixão, mas simplesmente não agiu com simples compaixão, antes se deu em sacrifício. É essa a incoerência que quero mostrar e vocês parecem que querem não enxergar..rs
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Eu acho que você não compreendeu o que eu escrevi. Jesus não morreu para aplacar a ira divina ou porque D'us precisasse do sacrifício da sua morte, Rodrigo Mourão. O sacrifício pelo sacrifício é detestável e a morte não salva ninguém. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Ele não se deu em sacrifício. O sacrifício pelo sacrifício é detestável e a morte não salva ninguém. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Peça a um professor da sua faculdade que o ajude. Ele o fará compreender.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
“ele deu testemunho...do Deus que não quer sacrifícios“. Como foi esse clímax desse testemunho mesmo? Foi com um ‘sacrifício‘. Eis a explícita incoerência.
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos. Peça a um professor da sua faculdade que o ajude. Ele o fará compreender.
Editado  Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
É algo bem diferente.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Como foi o clímax do testemunho de Jesus sobre o Deus que não quer sacrifícios? Com um sacrifício né...Quer mais incoerência que isso? Só ler o Tanak e depois ler o Nt..rs
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt: "Jesus morreu pelos homens, não podia guardar-se para si próprio avaramente e pertencia a tudo o que sofre. Os Padres da Igreja fizeram disso uma religião, isto é, fizeram uma religião, que também para o mal (moral) era uma consolação. Desde então isso teve um êxito tal no mundo que pensar em Jesus nada tem a ver com a acção e ainda menos com os que sofrem. Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler."
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Cabe aos cristãos apreender a mensagem, duma vez por todas.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Senão o sinal da Sua morte será sempre um plasmar da nossa incompetência.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Jesus tem a ver com a acção e ainda mais com os que sofrem.
Gosto  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Eu não estou analisando o sacrifício de Jesus. Estou jogando o feitiço contra o feiticeiro. Ele gostava de chamar os fariseus de hipócritas. Pois comparemos suas ações com suas palavras então. Primeiro ele diz que quer misericórdia e não sacrifícios e depois se dá em sacrifício ao invés de simplesmente agir com misericórdia. Os atos deles são antagônicos as suas palavras. Quem é o hipócrita da história?
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Temos de inculcar isso nas nossas vidas.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Ele não se dá em sacrifício. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos. Peça a um professor da sua faculdade que o ajude. Ele o fará compreender.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Trata-se de testemunho.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
E é claro que os fariseus eram hipócritas. Muito claro mesmo.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Para os crentes, se Jesus não fosse o Cristo, não passava de mais um combatente bom pela Humanidade e um revolucionário crucificado. Há, porém, um outro perigo, mais subtil: o de se ficar apenas com o Cristo Senhor glorificado, esquecendo o Jesus histórico de Nazaré, e o que ele queria, e o que ele fez, numa mensagem e comportamento que o levaram à cruz.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Ele da testemunho do Deus que não quer sacrifícios...Com um sacrifício?rs Qual a lógica disso? É esse dicotomismo que eu estou querendo mostrar e vcs simplesmente não querem ver.
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Não me faça de parvo. Peça a um professor da sua faculdade que o ajude. Ele o fará compreender. Ele não se dá em sacrifício. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Repito: O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Ele deu testemunho do Deus que não quer sacrifício...Com um sacrifício. Isso faz muito sentido mesmo.
Ta serto! (y)
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Jesus foi consequente com a sua mensagem.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Enfim... Deves ser um ótimo aluno. Eu fico pasmo com a tua percepção das coisas.
Gosto  Editar  há 1 hora
Jonas Justiniano
Rodrigo Mourão você fugiu completamente do contexto do texto em que Cristo revela que Deus quer MISERICÓRDIA, e não sacrifícios. Eles se referia ao esforço dos Fariseus em cumprirem o Shabbat, e se esquecerem da MISERICÓRDIA, o foco dele foi que para oferecermos um sacrifício, antes devemos ter misericórdia. Deus sempre pediu sacrifícios na Torah, sacrifícios são essenciais também, o sacrifício de Cristo é algo essencial, mas só alcança o perdão pelo sacrifício dele quem faz TESHUVA (retorno, arrependimento).
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Não te queria como aluno. Passar bem.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Jonas Justiniano
Primeiro: Devemos nos arrepender.
Gosto  há 1 hora
Jonas Justiniano
Segundo: O sacrifício de Cristo vai remir o pecador arrependido.
Gosto  há 1 hora
Jonas Justiniano
Deus pediu só pra matar os animais inocentes?
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Para escolhermos a Jesus, Jonas Justiniano, D'us tem de mudar o nosso coração, e é precisamente isto que ele faz. Ele muda o nosso coração por nós. Dá-nos aspiração por ele, que de outra maneira não teríamos. Então o escolhermos a partir do desejo que está dentro de nós. Nós o escolhemos livremente porque queremos escolhê-lo. Esta é a maravilha de sua graça.
Gosto  Editar  há 1 hora
Jonas Justiniano
Magalhães Luís eu creio nisso, esqueceu que sou Calvinista? rsrsrsrs
Não gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Não é teshuva. É regeneração monergística.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Jonas Justiniano
A teshuva é dada por Deus Magalhães Luís;;;entendeu agora?
Não gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
O calvinismo não acredita em teshuva judaica.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Ai sim, meu caro.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Só quis aumentar a glória de D'us.
Editado  Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Jonas Justiniano
João Alves Correia, você não respondeu minha pergunta....Os animais inocentes, era só por matar mesmo? por favor, quero uma explicação bíblica.
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Seres humanos caídos possuem livre-arbítrio, mas carecem de liberdade. Temos liberdade natural, mas não liberdade moral.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Só livre agência.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Jonas Justiniano
Vou almoçar aqui.....20 minutos chego aqui...
Não gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Livre Agência, por outro lado, poderia ser definida como a capacidade que todos os seres racionais têm de agir espontaneamente, sem serem coagidos de fora, a caminharem para qualquer lado, fazendo o que querem e o que lhes agrada, sendo, contudo, levados a fazer aquilo que combina com a natureza deles.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Dura lex, sed lex - A lei é dura, mas é a lei.
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Para os cristãos arminianos a queda da humanidade, embora tenha trazido algum prejuízo não afetou totalmente o homem e a Criação, sendo que, continua, no caso da humanidade, no seu estado natural a ter habilidades para escolher a salvação, para escolher agradar a Deus. Desta forma, a depravação não foi total. Isto é falso. Temos os psicopatas como prova disso. Prova bem gráfica.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Não é a lei que é dura. A depravação de um psicopata é que é.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Psicopata, a rigor designa um indivíduo, clinicamente perverso que tem personalidade psicopática.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Sinceramente não estou interessado em saber de doutrinas cristãs. Tenham mais foco no NT em si e nas questões levantadas, pf. Obrigado.
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Nunca reversível. "Um vaso de desonra", na imagem de Paulo.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
É muito simples, Jonas acredita num sacrifício e eu não. Para mim Jesus deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Vaso de desonra é a pessoa se fazer de judeu para os judeus e se fazer de gentio para os gentios. Aliás, esse tipo de pessoas ou chamamos de sínicos ou bipolares.
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
E é só. Mas tens o Jonas para te entreter.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
É cínicos, meu caro.
Não gosto  2  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
E você não quer aprender mesmo. Seja cuidadoso com o uso do termo "bipolar".
Gosto  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Magalhães você acabou de chamar Paulo de sínico... ‘-‘
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Repito: O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Em primeiro lugar o corrigi a si. Mas você insiste em "sínico". kkkkkkk!!!
Editado  Gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Aprenda português.
Gosto  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
De fato...Veio testemunhar do Deus que não quer sacrifícios com um ‘sacrifício‘. Quanta coerência!
Ta serto. (y)
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
O teu problema é muito sério. Na minha faculdade não entravas. Tem que se saber português.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Nem te queria como advogado.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Custa-te a compreender as coisas.
Gosto  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Já o seu problema é de ser ‘segu‘. Não enxerga o que está no seu ‘pau da venta‘..rs
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Que é "segu"?
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Estou fazendo uma brincadeira entre a escrita e a pronúncia nordestina da palavra ‘cego‘. Já que você enxerga, mas quer se fazer de cego...Então é um ‘segu‘.
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Você tenta camuflar a sua incompetência linguística com um trocadilho linguístico regional. Muito bem.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Um candidato ao Direito, tem que ser mais preciso. Escrever bem.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
E não, não chamei Paulo de cínico.
Gosto  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Camuflar nada, não sou prof de português e nosso campo aqui não é o de um debate morfo-linguístico, tenha foco e não fuga da visível incoerência nas palavras e ações do seu precioso Jesus.
Gosto  1  há 1 hora
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Em Gálatas 3, Ele afirma que sois filhos de Mal'akim. E não de D'us. Foi bem claro.
Editado  Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Não sei se podes ver, mas estou usando o celular. Fica um pouco difícil ser perfeito na escrita.
Gosto  1  há 1 hora
Magalhães Luís
Isso não é desculpa.
Não gosto  1  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Não quero entrar no tema: “Paulo“. Foque-se na contradição entre o que disse e o que fez Jesus.
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
Eu quando o uso, nunca me engano.
Gosto  Editar  há 1 hora
Magalhães Luís
Já lhe respondi. Não quer entender, passar bem.
Gosto  Editar  há 1 hora
Rodrigo Mourão
Será que pode ter foco? O tema aqui são ‘Debates teológicos‘. Um erro de português não entra no campo aqui em questão. O sr tenta fugir da incoerência mostrada com argumentos pessoais pífios. Típico de quem não tem argumentos.
Gosto  há 1 hora
Magalhães Luís
A Carta aos Hebreus, o único documento do Novo Testamento que se atreve a chamar Jesus de Sumo sacerdote, tem, entretanto, o cuidado de sublinhar que ele é sacerdote, mas segundo a ordem de Melquisedec, exactamente, porque toda a sua vida e toda a sua intervenção são de natureza política, não religiosa. Aliás, o Cristianismo, na sua inspiração original jesuánica, nunca foi uma religião. Denunciou todas as religiões, como ópio e alienação, a começar pela religião oficial do país de Jesus, centrada no Templo de Jerusalém e na Lei de Moisés. A Fé cristã jesuánica não é religiosa, mas política. Abre-nos ao Mistério de Deus Criador que jamais reivindica das suas criaturas posturas religiosas para com Ele. Cultos nos templos, sacrifícios cruentos de animais ou de frutos da terra, é coisa que Deus, o de Jesus, nunca reclamará em sua honra. A única coisa que Deus reclama das suas criaturas, melhor, que espera das suas criaturas, é que elas cooperem criativamente com Ele na Criação, para a levarem ao seu termo. E isto é política, a mais pura. Com Jesus, pudemos finalmente perceber que Deus pôde começar a criação sem nós, mas depois que nós aparecemos na História como abóbada e síntese de toda a criação anterior, não pode mais levar por diante a sua obra, sem nós. No seu amor, quis associar-nos à sua obra e, agora, ela será o que nós quisermos que seja.
Gosto  Editar  há 58 minutos
Magalhães Luís
Cristianismo implica a superação da religião, e cada vez mais me dedico a pensar nas categorias da espiritualidade, em detrimento das categorias da religião.
Não gosto  1  Editar  há 57 minutos
Magalhães Luís
A religião está baseada nos ritos, dogmas e credos, tabus e códigos morais de cada tradição de fé.

A espiritualidade está fundamentada nos conteúdos universais de todas e cada uma das tradições de fé.
Gosto  Editar  há 56 minutos
Magalhães Luís
O problema é que toda vez que você discute religião você afasta as pessoas umas das outras, promove o sectarismo e a intolerância. A religião coloca de um lado os adoradores de Allá, de outro os adoradores de Yahweh, e de outro os adoradores de Jesus. Isso sem falar nos adoradores de Shiva, de Krishna e devotos do Buda, e por aí vai. E cada grupo de adoradores deseja a extinção dos outros, ou pela conversão à sua religião, o que faz com que os outros deixam de existir enquanto outros e se tornem iguais a nós, ou pelo extermínio através do assassinato em nome de Deus, ou melhor, em nome de um deus, com d minúsculo, isto é, um ídolo que pretende se passar por Deus.

Mas quando você concentra a sua atenção e ação, a sua práxis, em valores como reconciliação, perdão, misericórdia, compaixão, solidariedade, amor e caridade, você está no horizonte da espiritualidade, comum a todas as tradições religiosas.
Editado  Gosto  Editar  há 55 minutos
Rodrigo Mourão
Ok, ótima pregação. O que isso tem a ver com a incoerência entre o que disse e o que fez Jesus?
Gosto  há 54 minutos
Magalhães Luís
E quando você está com o coração cheio de espiritualidade, e não de religião, você promove a justiça e a paz. Os valores espirituais agregam pessoas, aproxima os diferentes, faz com que os discordantes no mundo das crenças se dêem as mãos no mundo da busca de superação do sofrimento humano, que a todos nós humilha e iguala, independentemente de raça, género, e inclusive religião.

Em síntese, quando você vive no mundo da religião, você vive no mundo da espiritualidade que a sua religião ensina – ou pelo menos deveria ensinar, você desce do seu carro e dá um ovo de Páscoa para uma criança, que vive numa instituição clínica e que sofre a tragédia e miséria de uma paralisia cerebral.

Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/2013/04/uma-grande-licao.html#ixzz2Rj9aN9n7
Não gosto  1  Editar  há 53 minutos
Magalhães Luís
Jesus não foi incoerente. Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt diz-nos: "Jesus morreu pelos homens, não podia guardar-se para si próprio avaramente e pertencia a tudo o que sofre. Os Padres da Igreja fizeram disso uma religião, isto é, fizeram uma religião, que também para o mal (moral) era uma consolação. Desde então isso teve um êxito tal no mundo que pensar em Jesus nada tem a ver com a acção e ainda menos com os que sofrem. Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler."
Editado  Gosto  Editar  há 51 minutos
Rodrigo Mourão
Mais uma boa pregação. O que isso tem a ver com o tema?
Não gosto  2  há 52 minutos
Magalhães Luís
Temos a exigência de segui-lo no seu Evangelho do Reinado de Deus, no que ele quis e fez com os pecadores, as mulheres, os estrangeiros, na relação com o dinheiro, com a política, os pobres, Deus e a religião.
Não gosto  1  Editar  há 51 minutos
Magalhães Luís
Jesus não morreu para aplacar a ira divina ou porque D'us precisasse do sacrifício da sua morte, Rodrigo Mourão. O sacrifício pelo sacrifício é detestável e a morte não salva ninguém. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Não gosto  1  Editar  há 50 minutos
Rodrigo Mourão
Será que o sr pode ter ‘FOCO‘? Não quero saber de suas pregações. Esse grupo é de ‘DEBATES TEOLÓGICOS‘.
Gosto  1  há 50 minutos
Magalhães Luís
Eu já te respondi. O sacrifício pelo sacrifício é detestável e a morte não salva ninguém. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Não gosto  1  Editar  há 49 minutos
Rodrigo Mourão
Conte-me mais como é dizer ser testemunha de um Deus que não quer sacrificíos e fazer esse testemunho com um sacrifício...
Ta serto! (y)
Gosto  há 48 minutos
Magalhães Luís
Ele foi é consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim.
Não gosto  1  Editar  há 47 minutos
Magalhães Luís
Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler.
Não gosto  1  Editar  há 47 minutos
Magalhães Luís
Ele morre contra nós. Pela nossa incompetência cristã.
Gosto  Editar  há 46 minutos
Magalhães Luís
Temos de reflectir. E fazer com que a sua morte deixe de ser uma "sombra" de acusação sobre nós.
Não gosto  1  Editar  há 45 minutos
Rodrigo Mourão
Conte-me mais como é se dizer testemunha de um Deus que não quer sacrifícios e fazer esse testemunho com um sacrifício...
Gosto  há 45 minutos
Rodrigo Mourão
Ainda estou esperando...
Gosto  há 45 minutos
Magalhães Luís
Não é testemunho como sacrifício, é como testemunho de acusação contra nós, os seus discípulos.
Gosto  Editar  há 44 minutos
Magalhães Luís
É uma acção profética.
Gosto  Editar  há 43 minutos
Magalhães Luís
Ele intuiu o nosso modus operandi.
Gosto  Editar  há 43 minutos
Rodrigo Mourão
instituiu* não?
Gosto  há 42 minutos
Magalhães Luís
O cristão nominal precisa nascer de novo, contudo, isto só acontece através da actuação do Espírito Santo, que age soberanamente: João 3:1-15.
Não gosto  1  Editar  há 41 minutos
Magalhães Luís
Não, meu caro, falo de intuição divina, mesmo.
Gosto  Editar  há 41 minutos
Rodrigo Mourão
Foco meu amigo. Não quero saber de suas pregações. Quero saber sobre o FATO de uma pessoa dizer algo e fazer o oposto. Chamamos isso(no meu estado) de HIPOCRISIA. Como isso é chamado aí em PT?
Gosto  há 40 minutos
Magalhães Luís
Intuição é uma forma de conhecimento que está dentro de todos nós, embora nem todas as pessoas saibam utilizá-la, de acordo com a psicóloga Virginia Marchini, fundadora do Centro de Desenvolvimento do Potencial Intuitivo, de São Paulo. Etimologicamente, explica Virginia, a palavra intuição vem do latim intueri, que significa considerar, ver interiormente ou contemplar.
Gosto  Editar  há 40 minutos
Magalhães Luís
Jesus teve uma intuição divina.
Gosto  Editar  há 39 minutos
Magalhães Luís
Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt diz-nos: "Jesus morreu pelos homens, não podia guardar-se para si próprio avaramente e pertencia a tudo o que sofre. Os Padres da Igreja fizeram disso uma religião, isto é, fizeram uma religião, que também para o mal (moral) era uma consolação. Desde então isso teve um êxito tal no mundo que pensar em Jesus nada tem a ver com a acção e ainda menos com os que sofrem. Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler."
Gosto  Editar  há 39 minutos
Magalhães Luís
"Quem lê o Evangelho e não vê que Jesus morreu contra os seus actuais representantes não sabe ler."
Não gosto  1  Editar  há 38 minutos
Magalhães Luís
Ou você se julga melhor na apreensão da realidade de que Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt?
Não gosto  1  Editar  há 37 minutos
Rodrigo Mourão
João Alves Correia esses caras só ficam de um lado para o outro sempre assim é? Falam falam e não dizem nada mesmo é?rs
Gosto  1  há 37 minutos
Magalhães Luís
Passar bem!
Não gosto  1  Editar  há 37 minutos
Rodrigo Mourão
Eu não me julgo melhor. Julgo meus rabinos melhores, bem melhores.
Gosto  1  há 36 minutos
Magalhães Luís
Eu também. Julgo Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt, bem melhor.
Não gosto  1  Editar  há 36 minutos
Magalhães Luís
Por isso aprendo com ele. E tento rever a minha vida cristã.
Não gosto  1  Editar  há 35 minutos
Rodrigo Mourão
Sabe por que julgo meus mestres melhores? Porque minha fé não se baseia em estuprar minha razão.
Gosto  1  há 35 minutos
Magalhães Luís
E isto é espiritualidade não é religião. Já que Max é ateu.
Não gosto  1  Editar  há 34 minutos
Magalhães Luís
kkkkkkkkkkkkkkkkk
Gosto  Editar  há 34 minutos
Magalhães Luís
Sendo você contra os homossexuais, como diz que a sua fé não o viola?!
Não gosto  1  Editar  há 33 minutos
Magalhães Luís
Você não passa de um homófobo. E que rejeita a existência de rabinas. A sua religião o estrupa. Faz de si um preconceituoso ignorante.
Não gosto  1  Editar  há 32 minutos
Rodrigo Mourão
Quem disse que sou contra homossexuais?rs
Muito pelo contrário. Eu acho que isso é um assunto que diz respeito a cada um. E não pretendo falar sobre isso com você e ainda mais em público.
Gosto  1  há 32 minutos
Magalhães Luís
Então nega o seu judaísmo ortodoxo?!
Gosto  Editar  há 31 minutos
Magalhães Luís
Os seus rabinos sabem disso?
Gosto  Editar  há 31 minutos
Rodrigo Mourão
Você nem me conhece para me chamar de homófobo. Não fique com acusações pessoais, tenha foco no tema proposto pelo grupo.
Gosto  há 30 minutos
Magalhães Luís
Seja coerente e torne-se reformista.
Gosto  Editar  há 30 minutos
Magalhães Luís
Seja coerente e torne-se reformista.
Gosto  Editar  há 30 minutos
Magalhães Luís
Se é a favor da comunidade GLBT afaste-se de quem o é.
Gosto  Editar  há 29 minutos
Rodrigo Mourão
Meus rabinos não são contra homossexuais. Eles respeitam as pessoas. E tenha foco, pare de “pi ti ti“ pessoais.
Gosto  há 29 minutos
Rodrigo Mourão
Não sou a favor e nem contra, simplesmente respeito a escolha de cada um. Mas tenha foco no tema do grupo, pf.
Gosto  há 28 minutos
Magalhães Luís
Os seus rabinos aceitam gays e lésbicas na sua sinagoga?
Gosto  Editar  há 28 minutos
Magalhães Luís
Se não, estão a ser homófobos.
Editado  Gosto  Editar  há 27 minutos
Rodrigo Mourão
O tema do grupo é “Debates teológicos“. Tenha FOCO.
Gosto  há 27 minutos
Rodrigo Mourão
Não vou perder mais ainda meu tempo com você. Seus argumentos são pífios e você está apelando de uma forma explícita. Como se diz aqui no Ceará...“Vá procurar uma lavagem de roupa!“
Gosto  1  há 26 minutos
Magalhães Luís
Você já me disse tudo. Não alinho com judeus "mornos". O Eliezer é claro: "Não alinho com baitolas!". Ao menos ele é claro.
Gosto  Editar  há 24 minutos
Magalhães Luís
Como diz o Fernando Durães: O ELIEZER SABE MESMO É DE GNOSTICISMO, REENCARNAÇÃO E DE TUDO RELACIONADO AO OCULTISMO JUDAÍSTA!
Editado  Gosto  Editar  há 22 minutos
Magalhães Luís
Mas de você sei muito pouco.
Gosto  Editar  há 22 minutos
Magalhães Luís
E eu já te respondi. O sacrifício pelo sacrifício é detestável e a morte não salva ninguém. O que se passa é que também Jesus, em vez de fugir ou optar por compromissos, foi consequente com a sua mensagem e deu testemunho, até ao fim, até à morte, da verdade e do amor, do Deus que não quer sacrifícios, mas misericórdia, defesa dos direitos humanos, fraternidade, liberdade, amor entre todos.
Gosto  Editar  há 21 minutos
Magalhães Luís
Mais claro não posso ser.
Não gosto  1  Editar  há 21 minutos
Magalhães Luís
Como se diz aí no Ceará...“Vou procurar uma lavagem de roupa!“. kkkkkkkkkkkkkk!!!
Não gosto  1  Editar  há 21 minutos
Rodrigo Mourão
O judaísmo diz que não devemos praticar o homossexualismo, mas devemos respeitar quem quer que seja. Se o sr não tem respeito com homossexuais então nem a Jesus segue. “Amo o pecador, mas abomino o pecado“. Deve ser costume cristão dizer e não fazer né...Jesus fez isso e agora você repete. Retiro o que disse acima, você segue a Jesus, é tão hipócrita quanto ele era!
Gosto  1  há 20 minutos
Magalhães Luís
Eu só pró homossexualidade. A minha Igreja é inclusiva.
Não gosto  2  Editar  há 19 minutos
Magalhães Luís
Um dos meus pastores é homossexual. E vive como casal. Sem qualquer problema.
Não gosto  1  Editar  há 18 minutos
Rodrigo Mourão
Então não segue nem o NT. Pois ele condena práticas homossexuais. Você nem sabe o que segue...rs
Vá estudar um pouco mais o seu NT. Passar bem!
Gosto  1  há 17 minutos
Magalhães Luís
"[...] the synod issued a statement in 1995 that members of the church have equal rights, regardless of their sexual orientation or way of life. In this way the synod wanted to put an end to the
uncertainty of homosexuals about their position in the church."
Editado  Não gosto  1  Editar  há 11 minutos
Magalhães Luís
O meu "Novo testamento" fala de Homens fazendo sexo com jovens, uma forma de pederastia (1 Coríntios 6) e de práticas de sátiros (Romanos 1, fala de gula sexual, de compulsivos sexuais).
Editado  Gosto  Editar  há 10 minutos
Magalhães Luís
Sobre o Tanach leia "Guia sexual do Jovem Moderno", de Wardell B. Pomeroy.
Gosto  Editar  há 12 minutos
Magalhães Luís
Passar bem!
Não gosto  1  Editar  há 6 minutos

Twitter

Mensagens populares

Número total de visualizações de página

A minha Lista de blogues

Twitter

A minha Lista de blogues

OS MEUS GAMES

http://olamha-batheworldtocome.tumblr.com/tagged/blogue-pessoal Quem Sou Eu? Sou judeu sefardita e… Sou católico, apostólico, romano/ortodoxo e monárquico (como Salvador Dalí, https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Grande_Masturbador). Também, católico calvinista, florentino, renascentista, aristotélico-tomista e pessimista…. logo ateu/agnóstico/humanista. Acrescento, epicúrio e do Real Madrid e do Futebol Clube do Porto. Ecologista não fanático, vegetariano muitas vezes não praticante, flâneur infatigável, anarquista de direitas e de esquerdas (sinistras) e “frívolo”, mas não superficial.

Pesquisar neste blogue

A carregar...

A minha Lista de blogues

KSS As Favoritas

KSS: LINKS

  • literário calvinista inclusivo do arminiano MEDITAÇÕES SOBRE A VIDA PRIVADA E A MORTE Há 20 minutos
  • Magcalcauvin's Blog, Católico Reformado - Calvinista inclusivo A QUARESMA E O RISO Há 1 hora
  • This Black Sista's Page » Christmas Songs: “Merry Christmas, Baby,” Otis Redding, 1968 Saturday Night Music, March 19, 2011: Sting, “Sister Moon,” 1987 Há 3 horas
  • Últimas atividades em Uniao de Blogueiros Evangelicos Lu Rodrigues agora é amigo de Ana Paula Silva e wagner barros Há 4 horas
  • Urban Dictionary/Word of the Day pillow lust Há 8 horas
  • Actualité Musicale Adam et Eve... La seconde chance ! Há 19 horas
  • Eleitos de Deus Valorizando a Literatura Cristã Há 20 horas
  • Fim dos Tempos.Net-2012 Nsra: O propósito de Meu adversário é destruir a fé de todos, ele procura levar ruína e destruição a todos os lares que puder , Há 1 dia
  • adragononfire.com La parrilla de Telemadrid TV dedicará este sábado al Atlético de Madrid-Real Madrid más de diez horas (de 14:00 a 0O:00 LX). La programación especial comenzará a las 14:00 LX con Telenoticias 2 desde el Vicente Calderón Há 1 dia
  • Convite à Valsa Crucifixo nas escolas não viola direito à educação Há 1 dia
  • Convite à Valsa 2 ANTENA 3 TV E TELE MADRID | EU SOU UM DISSENTER Há 1 dia
  • MyHasbara's Blog » Frei Bento Domingues: O sofrimento dos cristãos e muçulmanos palestinianos Colonização judaica de uma área de 45000 Km2 no planalto de Benguela, Angola. Há 1 dia
  • A Tunisian Girl /بنيّة تونسية La Révolution Tunisienne S'invite au Salon du Livre de Paris Há 1 dia
  • iLeaks.com | Your Daily Music Fix. New Track: Britney Spears – Don’t Keep Me Waiting Há 1 dia
  • End of days » FIM DA ERA DE PEIXES OU DOS TEMPOS ESPECIAL JAPÃO Há 2 dias
  • JOb+ Eu quero um prof assim!!! Há 2 dias
  • Eliana Sá - Blog Misericórdia Gotas de Misericórdia Há 2 dias
  • Guardiã da Meia Noite Quick Bite Especial: Destaques da Editora iD Há 2 dias
  • La Catapulta El patético, inepto y anticatólico Carlos Berzosa Há 2 dias
  • GOOM Radio: Music News Rihanna is still mad at her father Há 3 dias
  • Jesus in Love Blog Rainbow cross lights the way for all Há 3 dias
  • Kehilah.Net Parashah – TZAV Há 4 dias
  • RHEMA DIZENTE - UM BLOG ANTINOMIANO E INCLUSIVO SAFISMO - PURA POESIAhttp://recantodasletras.uol.com.br/poesiaseroticas/1831199 Há 4 dias
  • PDS - PASTORAL DA DIVERSIDADE SEXUAL CAFÉ COM CINEMA Há 1 semana
  • oxysgenos news Maior sismo de sempre no Japão Há 1 semana
  • FERRaN BaRDOLET RIFà - Violoncel CONCIERTO BP Há 1 semana
  • gustavovidalmanzanares MALDICIONES JUDÍAS Y CRISTIANAS, EJEMPLO DE TOLERANCIA Há 1 semana
  • oxysgenos.com Kylie Minogue > All The Lovers (Video) Há 2 semanas
  • NOSSA ALMA O GUIA RAP ENTREVISTA O RAPPER "C.E.L.A" Há 2 semanas
  • Armando's Blog, Os Bailundos, O Evangelho, Angola kids playground 4 leisure and Education | ÌNDICE DESTE BLOGUE Há 2 semanas
  • NOTÍCIAS DE ISRAEL Há 3 semanas
  • TELECINCO - Página Jimdo de tocho1974 CINE--PELICULAS 1 actualizado Há 3 semanas
  • oxysgenos movies Singularity Há 4 semanas
  • Shalom Serra da Estrela em Israel Há 5 semanas
  • Entrepernas & Entrelinhas Furacão Há 2 meses
  • RicardoNetwork.com Britney Spears > Hold It Against Me Há 2 meses
  • A Rick Thing No Pants Day Há 2 meses
  • Ricardo Network Asia Tigarah > Girl Fight Há 2 meses
  • ..........................ABC ASL Animated Video Há 3 meses
  • Rumination Advent Há 3 meses
  • História, Doutrinas e Heresias das Religiões Por Que Aprender Sobre Outras Expressões de Fé? Há 3 meses
  • ANGLICANVM SCRIPTORIVM Há 6 meses
  • As Opiniões Desportivas de Miguel Sousa Tavares O FUTEBOL NÃO É ASSIM TÃO COMPLICADO (09 MARÇO 2010) Há um ano
  • Blogue de Martin Rivas Martín Rivas para Elle Há um ano
  • Os Mormons Acreditam Morôni Rolim Há 2 anos
  • VALORIZAÇÃO MORAL DE FILMES
  • Los 40 Principales Chile
  • Películas - CENSURA ECLESIAL
  • Los 40 - CHILE - Britney, 2011
  • KSS Hemeroteca

    KSS Etiquetas

    .ROD LAVER (1) "Spousal Mystery" (1) [Canal Livre] Jesus realmente existiu? (1) [TRU:]TV (4) #SpanishRevolution (5) 10 most dangerous toys this holiday season (1) 11-S (2) 15 Maio »» Manifestación 15m. Madrid (1) 2011 - Ano do Pentecostes (1) 2012 (1) 2012 AD (1) 2017 (1) 23 + LINKS (1) 25 de Abril (1) 31 de outubro (1) 5 TOOLS OF CHRISTIAN GROWTH (1) 80 Exits Radio (1) A BODA REAL INGLESA (1) A Cabana (1) A CIDADE DOS MORTOS (1) A Cruz e o Punhal - David Wilkerson on Scribd (1) A Cura Gay - Hélio Schwartsman (1) A DOR MÍSTICA (1) A Igreja Católica admite a predestinação? (1) A Lei do Talião (1) A Mosca (1) A NOITE ESCURA E MÍSTICA DA ALMA (1) A ORIGEM DO MAL (2) A PERVERSÃO DA SOCIEDADE (1) A Rabbi looks at Jesus of Nazareth (1) A Religião e o Exército (1) A Ressurreição não aconteceu num domingo (1) A RITUALIZAÇÃO DAS PASSAGENS DA VIDA: DESAFIOS PARA A PRÁTICA (2) A Última Ceia/Banquete (2) A VIDA EM UM DIA (1) A3 TV (1) Abolição da Monarquia (1) Aborto (3) Absoluta Depravação (9) Absurdos (2) Academia Yeshiva (1) ACAMPAMENTOS (2) Acidente de trânsito que envolveu 14 carros de luxo (1) Acidentes (1) Acordo Ortográfico (1) Adam (1) Adão (1) Adele – Turning Tables (Live) iTunes Festival 2011 (1) Adorar Jesus (1) Adventistas (1) AFETOS SINCEROS (1) After Life (1) Alauitas (1) Alemães (1) ALIENS (3) Alimentos (1) Alma (7) Alma judaica (1) Amar (1) Amor (5) Amor à primeira vista (1) AMOR AOS INIMIGOS (1) An introduction to 2012 from They Might Be Giants. (1) Anarquistas (7) And there is no life after death (1) ANDALUCIA TV (1) Anders Behring Breivik (1) ANGLO – CATOLICISMO (2) Animais (1) ANO NOVO (1) Anselmo Borges (6) ANTENA 3 E TELE MADRID (2) ANTENA 3 LIVE (1) ANTENA 3 TV (3) AntiCristo (2) ANTICRISTOS (1) ANTINOMISMO (1) António dos Santos Queirós (1) Antropologia (1) Anuradha Koirala (1) Apaixonar-se pelo seu noivo judeu (Yeshua) (1) Aparições Marianas (1) APLAUSOS (1) APOCALIPSE (1) APOCALYPSE (2) Apologética (2) Ariel Álvarez Valdés (1) Arrebatamento (1) Arte (1) ARTE E UFOS (1) Artigos (1) As freiras e monges tibetanos (1) AS SANTAS DE ELEIÇÃO E A POLÉMICA MITIGADA (1) ASSEXUAIS (1) Assexualidade (1) ASSIS (1) Ateus (1) ATO DE FÉ. ATO DE CARIDADE (4) Aura Dione (1) AUSTIN MAHONE (1) Autismo (1) AUTORIDADE (1) Avé Maria (1) AVISO UTÓPICO AOS INTERNAUTAS (1) AVISO: Booty Shakin' in Pittsburg | Aviso do blogger aos inernautas (1) Bad English (1) BAPTISMO (2) Batismo (2) BATISMO PELO ESPÍRITO SANTO (1) Batistas Primitivos (1) BEASTIE BOYS 1998 AD RIP (1) Beatificação de João Paulo II (1) Beleza (1) Bem (1) BENTO DOMINGUES (3) Bento Domingues: A Bíblia sob investigação (1) Bento Domingues: Cidadania em tempo de crise (1) Bento XVI (1) Bento XVI 'versus' Joseph Ratzinger (1) BERLIN FESTIVAL (1) Best Seder in the USA (The Passover Song) (1) BETEL TV (1) Betty Millan (2) BÍBLIA (4) BÍBLIA CONTRA DARWIN: NUNCA FOMOS MACACOS (1) BIBLIOTECA DE TEOLOGIA E EXEGESE ECUMÉNICAS - LINKS (1) Bin Laden (2) Blogue de Frei Bento Domingues (1) BLOGUE SOBRE ANIMAIS E OUTROS BICHOS (1) Blogues da Casa (2) Breast Feeding (1) BRITNEY LOUNGE (8) Britney Spears To Play Free Show In Mexico City (1) Britney's Lounge (1) Budismo (1) Bullying (2) BUZZWORTHY (2) CAB (1) Cabalat Shabat (1) Caim e Abel (1) Caio Fábio (1) Calacús (2) Calvin's Commentaries on the Whole Bible (1) Calvinismo (3) CAMINHOS (1) CAMPOS DE FÉRIAS (1) CANAL + LIVE (1) Capela Ortodoxa Online (1) capitalismo (2) Carabanchel (1) Caridade (2) Carnaval (1) Carreira das Neves (1) Casamento (2) Casamento Ortodoxo (2) Casher (1) CATEQUESE (4) Catholics (1) CATÓL INTEGRISTAS (1) Católicos Ultra Integristas (4) CBN NEWS (1) CEBAPES E DAVID STERN (1) CEGOS (1) Celebração (1) Celibato (1) Censos (1) Censos 2011 AD (3) CENTENÁRIOS (1) Cérebro (2) Chávez (1) Child Sex Abuse (1) Christian Side Hug (1) CHRISTIAN ZIONISM (1) Christimas 2011 Did You Know? (1) CHUECA (1) Ciência (1) Ciência Espírita (1) Ciétologia (1) CINA (2) Cinema (1) Cinzas (1) Circuncisão (1) Cláusula Filioque (1) Coca-Cola FM Radio (1) Coerência Cristã (1) COLUNISTA (1) COM QUEM ME DEVO CASAR (1) Comentários Calvinistas da Bíblia (1) Compaixão (1) Comportamento (1) COMUNA (1) Comunhão (1) Comunistas (1) Concílio Vaticano II (1) CONCILIUM E COMMUNIO (1) Condoms (1) Conferências (1) Constantino (2) Consultório sexual Para Crentes (1) Conversão (1) Copic (1) corpóreo da ciência (1) cremação (1) Crenças (1) Criacionismo (2) Crime (1) Crise (2) Crise económico-financeira (1) Crisma (1) Cristianismo Emergent (2) Cristianismo Emergente (2) Cristianismo Tradicional (3) Cristo (2) Cristo no Hades (1) CRISTO REI (1) Crucifixão (1) Cruz (1) CULÉS (2) Culto (1) Cultura (1) Cura (5) CURA E LIBERTAÇÃO (1) Curta Metragem (1) D-us Nos Bailundos (1) D'US E O MAL (1) D'US ELA ELE (1) Dalai Lama (1) Dalai Lama in Australia (1) das abordagens e dos resultados (2) David Wilkerson (1) DEFICIÊNCIA OPTIMISTA (1) degelo polar (1) DEIDADE (9) Democracia não se vinga (1) Demonstre o seu apoio a uma mulher como todas as outras (1) Depressão Pós-parto (1) Desenvolvimento Mediúnico (1) Desjejum de Oração da Páscoa (1) desporto (1) Deus autem unus est (1) DEUS ELE-ELA (1) DEUS O Criador Tweeter (1) Dez Mandamentos (1) Dia da Criação (1) Dia da Reforma: uma aproximação pentecostal (1) DIA DAS MÃES (1) DIA DO PAI (1) Dia dos Inocentes (1) Dia dos Namorados (1) DIA INTERNACIONAL DA JUVENTUDE (1) Diácono (1) DIANTE DO TRONO (1) Diaulas Ribeiro (1) direitos (2) Direitos Humanos (3) Disciplinar Crianças (1) divinity.es (1) DIVINIZAÇÃO (1) Divórcio (1) DÍZIMO (3) Do You Ever Think About Death? (1) Dom António Couto (1) Dominación vs Sumisión (1) Domingo (1) Dominical (1) DOR (2) Dormição (1) DUBSTEP (1) É permitido aos não judeus consultar os astros? (1) é uma alma (1) Easter (1) Economia (3) Ecumenismo (4) Educação (2) El monje Leonard Cohen (1) ELjudio sionista radical Dominique Strauss-Kahn Pdte de FMI fue arrestado por cargos de agresión sexual (1) Em que Consiste este blogue (1) Emergent Christianity (2) Emergent Church (1) Enciclopédia Judaica (1) Encontrada tumba com referência direta a Yeshua como D-us (1) Encontros (2) ENRIQUE IGLESIAS (1) Entre o ateísmo e a Crença (1) Entrevista a Eric Frattini: DEUS NÃO ESTÁ NO VATICANO (1) Erotismo (3) ERROS CONSTANTES DA BRIT HADASHAH NA VERSÃO GOYM (1) Escatologia (17) escatologia bíblica (3) Escola (1) ESCOLA SABATISTA/DOMINICAL (1) Eskup (4) Espírito Santo (1) Espritismo (1) ESTAR APAIXONADO (1) Esteta (1) Estudante da Faculdade de Direito do Largo S. Francisco zomba de mendigo e prostituta em cartaz de festa de formatura (1) ESTUDO SOBRE IDENTIDADES RELIGIOSAS (1) ETA (2) Ética (4) ETIQUETA E BOAS MANEIRAS (1) ETIQUETAS (1) EUA (1) EUCARISTIA (1) EUTANASIA (3) Evangelho de João (1) Evangelical Demonstrators Rally (1) Evolução (5) Exegese (1) Existência de Jesus como D'us (1) EXTRATERRESTRES (1) Eye OS (1) Ezequiel 28 (1) F (1) Facebook (2) Facundo Cabral en 10 canciones (1) Falemos das nossas origens e evolução (1) Falo (1) Família (2) Fariseus (1) FASHION 4 GIRLZ (1) Fátima (3) FÁTIMA NUNCA MAIS (1) faz justiça (1) (1) Fé nos Mortos (1) FEAR (2) FEBRE DE SÁBADO À NOITE (1) Feitiçaria (1) FELICIDADE (2) Feliz Aniversário (1) FÉRIAS (2) Festas (1) FESTAS JUDAICAS E CRISTÃS (1) Festival Aéreo (1) Fighting to make Israel into a military theocracy (1) Filantropia (1) Filhos adultos processam pais para serem sustentados (1) FILOSOFIA (1) Fim (2) Fim do Mundo (1) FLASHMOBS (2) FORMULA GOL NEWS (2) FORMULA GOL TV (1) Fotos (2) FOTOS DA REFORMA (1) four Reformed bodies to recognize each other's baptisms (1) Fraternizar (1) Freiras (1) FRIDAY PARTY (1)